Clique e assine a partir de 9,90/mês

Shimon Peres não irá a abertura dos Jogos Olímpicos devido ao ‘shabat’

Por Da Redação - 10 jul 2012, 11h42

Jerusalém, 10 jul (EFE).- O presidente de Israel, Shimon Peres, cancelou a viagem programada para acompanhar a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos, em Londres, por coincidir com o dia do descanso no judaísmo, o ‘shabat’.

‘A cerimônia se celebra na sexta-feira e como não há hoteis próximos ao estádio para ir a pé, o presidente decidiu cancelar a viagem e evitar a profanação do shabat’, diz comunicado emitido nesta terça-feira.

A celebração, considerada a mais sagrada do calendário hebreu, começa ao cair o sol na sexta-feira à noite e termina com o surgimento das três primeiras estrelas no sábado.

No período, os judeus praticantes não podem trabalhar, tocar dinheiro, viajar de carro, e até mesmo ações como acender a luz, ou seja, tudo que supõe um esforço ou que gerem lucro.

Continua após a publicidade

Peres confirmou sua participação, prevendo hospedar-se em um hotel próximo ao Estádio Olímpico de Stratford.

O comunicado não especifica se a decisão é motivada por protestos de círculos ultra-ortodoxos, que costumam exigir que os dirigentes israelenses atuem de acordo com as normas judias religiosas quando se encontram no exterior.

A maioria dos líderes israelenses costuma respeitar essa reivindicação, em particular depois de 1976, quando a chegada de caças-bombardeiros F-15, durante a jornada sabática provocasse crise que acabou com o primeiro Governo de Yitzhak Rabin. EFE

Publicidade