Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Sheik incendeia a Fiel e avisa: ‘Estou buscando meu cantinho’

Por Da Redação 22 mar 2012, 01h00

O atacante Emerson Sheik parece ter entendido o aviso do técnico Tite: é preciso mostrar serviço para retomar a vaga de titular, perdida após uma pubalgia que o afastou por cinco jogos. O camisa 11 entrou aos 23 minutos do segundo tempo na vitória por 1 a 0 sobre o Cruz Azul, nesta quarta, e incendiou a torcida com arrancadas, chutes perigosos e o lance que causou a expulsão do mexicano Pinto.

‘Com todo o respeito, estou buscando meu cantinho. Sei que preciso entrar bem quando a chance aparecer, seja no time B ou no principal. Tenho que saber que o time está bem e esperar meu momento’, comentou o jogador, que disputou os minutos finais dos últimos três jogos pela Copa Libertadores e foi titular contra Guarani e Catanduvense, pelo Paulistão, quando apenas reservas foram a campo.

A competição estadual será retomada no domingo, mas Tite deve optar pelos titulares desta vez, já que o adversário será o rival Palmeiras. O treinador avisou que vai ouvir a opinião dos departamentos físico e médico para definir quem será utilizado, mas é possível que escale o Sheik mesmo que os 11 jogadores que iniciaram o duelo contra o Cruz Azul estejam disponíveis.

Liedson, que já não marca há 11 partidas, teve atuação apagada. Tite já declarou que ambos não fazem função semelhante e, por isso, não brigam diretamente por uma vaga. Mas Emerson entrou justamente no lugar do camisa 9 nesta quarta-feira e o treinador já deixa no ar a possibilidade de promover a troca.

‘Deixa o tempo e os treinamentos mostrarem, a gente analisa jogo a jogo. Ainda não tenho resposta’, disse o chefe ao ser questionado sobre o bom rendimento de Emerson e o declínio cada vez mais evidente do Levezinho.

Evitando declarações polêmicas que tumultuem o ambiente e prejudiquem sua empreitada na busca pela titularidade, Sheik exaltou todo o grupo. ‘O time ganhou maturidade, é um passo a frente que o Corinthians dá. Sai de um campeonato estadual em que chegou à final (Paulistão-2011), de um campeonato nacional em que foi campeão e agora tem que dar um passo mais importante, que é ser reconhecido fora do nosso País. A equipe é competitiva e vai brigar por esse título’.

Continua após a publicidade

Publicidade