Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Shakhtar informa que recebeu R$ 9 mi e 30% de Wellington por Jadson

O São Paulo não confirmou oficialmente quanto custou a contratação de Jadson, mas o Shakhtar Donetsk, na despedida do meia nesta segunda-feira, avisou que foi convencido por uma oferta de 7 milhões de euros (aproximadamente R$ 16 milhões) divididos da seguinte forma: 4 milhões de euros (R$ 9 milhões) e a cessão de 30% dos direitos econômicos de Wellington.

A informação foi repassada pelo diretor geral do clube ucraniano, Serguei Palkin. O dirigente avalia que Wellington, que completará 21 anos na próxima semana, vale 10 milhões de euros, por isso contabiliza mais 3 milhões de euros à negociação que tirou o meia de 28 anos da Ucrânia.

Com passagens pelas categorias de base da Seleção Brasileira, Wellington é bem visto no futebol europeu há anos. Em janeiro de 2010, para trazer Cleber Santana, o São Paulo já havia cedido como parte do pagamento ao Atlético de Madri a prioridade em uma possível negociação do volante.

O atual camisa 5 do Tricolor tem contrato até dezembro de 2015 e, em sua primeira entrevista coletiva no ano, negou saber de qualquer especulação sobre uma transferência. Disse preferir ficar no São Paulo mesmo diante da maior concorrência na posição com a contratação de Fabrício.

Jadson, por sua vez, tem 28 anos e chega ao Morumbi para assinar contrato de três temporadas. É uma aposta para assumir a camisa 10 que não é utilizada por alguém que agrade desde a saída de Danilo, hoje no Corinthians, no fim de 2006. É a explicação para a opção da diretoria de abrir mão de parte dos direitos de um jovem tido como alguém de potencial no exterior.

Além dos 30% de Wellington, o São Paulo já negociou seis jogadores desde dezembro: Xandão, para o Sporting Lisboa, Jean, com o Fluminense, Dagoberto, no Inter, Marlos, no Metalist, da Ucrânia, Carlinhos Paraíba, emprestado ao Omiya Ardija, do Japão, e Rivaldo, que não renovou contrato e assinou com o Kabuscorp, de Angola.

O sétimo a sair pode ser o atacante Henrique, perto de acertar empréstimo de um ano e meio ao Queens Park Rangers, da Inglaterra por 500 mil euros – e direitos econômicos afixados para serem negociados em definitivo em julho de 2013 por 6 milhões de euros.