Clique e assine a partir de 9,90/mês

Sete nadadores russos são excluídos da Rio-2016

Atletas estão envolvidos no escândalo de doping que já baniu o atletismo russo dos Jogos do Brasil. Entre os punidos estão três medalhistas olímpicos

Por Da redação - Atualizado em 25 Jul 2016, 14h38 - Publicado em 25 Jul 2016, 14h37

Sete nadadores russos foram excluídos dos da Olimpíada do Rio de Janeiro nesta segunda-feira pela Federação Internacional de Natação (Fina) por descumprirem os critérios exigidos pelo Comitê Olímpico Internacional (COI) em relação ao controle antidoping. Dentre os punidos, estão três medalhistas de Londres-2012: Vladimir Morozov, Yulia Efimova e Nikita Lobintsev.

A Fina é a primeira federação internacional a excluir atletas russos seguindo os critérios do COI, que neste domingo decidiu não banir a Rússia da Rio-2016 – com exceção da equipe de atletismo – e encarregou as respectivas federações interacionais de investigar e vetar os atletas envolvidos nos escândalo de doping na Rússia.

Leia também:
Putin não irá ao Rio para abertura da Olimpíada
Isinbayeva recorrerá ao Tribunal dos Direitos Humanos
Isinbayeva detona ‘funeral’ do atletismo: ‘Puramente político’

Morozov, especialista do nado livre e costas, três vezes campeão do mundo em piscina curta, conquistou a medalha de bronze no revezamento 4×100 m em Londres, ao lado de Lobintsev, que também foi prata em Pequim-2008 nos 4×200 m. Já Efimova, quatro vezes campeão do mundo, foi medalhista de bronze em Londres nos 200 m peito.

Além de Efimova, Mikhail Dovgalyuk, Natalia Lovtcova e Anastasia Krapinvia foram excluídas da lista inicial de 387 atletas convocados pelo Comitê Olímpico russo (ROC) por terem sido previamente punidas por doping.

Continua após a publicidade

Já Morozov, Lobintsev e Daria Ustinova foram declarados não elegíveis devido à aparição de seus nomes no “relatório McLaren”, encomendado pela Agência Mundial Antidoping (Wada), que desvendou o escândalo e a participação do governo russo no esquema.

Até o momento 74 atletas russos – 67 deles do atletismo, incluindo a estrela do salto com vara Yelena Isinbayeva – foram excluídos dos Jogos do Brasil, que acontecem entre 5 e 21 de agosto.

 

Publicidade