Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Série B: caminho da redenção começa nesta sexta-feira

Quatro partidas abrem a corrida pelo o sonho de ser - ou voltar a ser - grande

Ser grande – ou recuperar a grandeza perdida. Eis os sonhos dos 20 clubes que iniciam nesta sexta-feira a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro. A competição ganhou um “reforço” e tanto neste ano com a presença do Palmeiras, que tem a obrigação de subir para não passar o ano de seu centenário, 2014, fora da elite nacional. Favoritíssimo ao acesso, mas, sem grandes estrelas e com um time que se mostrou apenas esforçado no Paulista e na Libertadores, e sem sucesso em ambos, o clube vai estar no foco. Jogadores dos rivais sabem que uma boa atuação, jogadas de efeito, boas defesas e um golaço contra o bicho-papão podem render espaço na imprensa e, consequentemente, bons contratos.

Leia também:

Brasileirão 2013: chegar ao fim do ano é o desafio dos técnicos

Brasileirão 2013: artilharia pesada para balançar as redes

Brasileirão 2013: os principais candidatos a craque

É uma disputa desigual, ao menos financeiramente: enquanto o Palmeiras mantém a cota de TV da primeira divisão, estimada em cerca de 80 milhões de reais, os outros clubes vão receber 3,4 milhões cada um, pagos em 10 parcelas de 340.000. A exceção é o Sport, que também tem cota de “grande”, mas bem menor que a palmeirense, em torno de 20 milhões de reais. Dentro de campo, porém, o Palmeiras tenta colocar em prática seu projeto de reconstrução – e quer seguir o exemplo de seu maior rival, o Corinthians, que, depois da passagem pela Segundona, em 2008, acumulou títulos: dois Paulistas, uma Copa do Brasil, um Brasileiro, uma Libertadores e um Mundial em menos de cinco anos. Ou mesmo de outros adversários que saíram do inferno da Série B fortalecidos, como o Grêmio, campeão em 2005 e semifinalista da Libertadores em 2007, ou o Vasco, vencedor da B em 2009 e campeão da Copa do Brasil em 2011. É bem verdade que o Palmeiras já esteve lá, em 2003, e parece não ter aprendido a lição, pois só ganhou, nesse período, o Paulista de 2008 e a Copa do Brasil do ano passado – mas os dirigentes prometem que desta vez será diferente.

Acompanhe VEJA Esporte no Facebook

Siga VEJA Esporte no Twitter

O Sport, também rebaixado em 2012 e com dinheiro nos cofres, chega moralmente despedaçado para o início da competição, vindo de quatro derrotas consecutivas – duas na final do Campeonato Pernambucano, para o Santa Cruz, e duas para o ABC, que derrubaram o time na segunda fase da Copa do Brasil. Os demais clubes, sem muita verba, devem manter a base dos elencos que jogaram os Estaduais – alguns com relativo sucesso, como o Chapecoense, vice-campeão catarinense, ou o Ceará, campeão estadual.

Confira os jogos da primeira rodada:

Sexta-feira, 24/5

19h30

Oeste x Avaí

São Caetano x Ceará

21h50

Paysandu x ASA

Boa Esporte x Chapecoense

Sábado, 25/5

16h20

Figueirense x América-RN

Palmeiras x Atlético-GO

Joinville x Bragantino

Icasa x Sport

21h

Guaratinguetá x América-MG

ABC x Paraná

(Com Estadão Conteúdo)