Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Serguei Bubka e Sebastian Coe são indicados ao Hall da Fama do atletismo

Madri, 25 jun (EFE).- O ucraniano Serguei Bubka e o inglês Sebastian Coe, ambos vice-presidentes da Federação Internacional de Atletismo (IAAF), foram indicados nesta segunda-feira para o Hall da Fama, criado em razão do centenário da entidade.

‘Com a criação deste Hall da Fama quisemos homenagear as conquistas de nossos maiores atletas’, disse o presidente da IAAF, o senegalês Lamine Diack. O dirigente ainda apontou que o objetivo também é de divulgar a história do atletismo.

O anúncio da posse dos dois atletas aconteceu em celebrações distintas do centenário: em Cairns, na Austrália, onde Bubka estava como convidado, em em Sheffield, na Inglaterra, cidade natal de Coe, onde o presidente do Comitê de Organizador dos Jogos de Londres participava do revezamento da tocha olímpica.

Bubka e Coe se unem ao brasileiro Adhemar Ferreira da Silva, além de Alberto Juantorena (CUB), Michael Johnson, Dan O’Brien, Mildred Didriksen, Jackie Joyner-Kersee, Carl Lewis, Edwin Moses, Al Oerter y Jesse Owens (EUA), Irena Szewinska (POL), Abebe Bikila (ETI), Fanny Blankers Koen (HOL), Betty Cuthbert (AUS), Junxia Wang (CHN), Paavo Nurmi (FIN) e Emil Zatopek (RTC).

Bubka, campeão do salto com vara, é considerado o maior nome da história do esporte. O atleta foi seis vezes campeão do mundo ao ar livre e medalha de ouro em Seul, em 1988. O ‘Czar’, autor de 35 recordes mundiais, ainda possui duas melhores marcas: ao ar livre (6m14) e em pista coberta (6m15).

Já o meio-fundista Sebastian Coe é outo que ostenta o adjetivo de ‘um dos melhores de todos os tempos’. O ingles foi campeão olímpico nos 1.500 metros e duas vezes medalhista de prata. Além disso, em 1979, conseguiu bater três recordes mundiais em apenas 41 dias.

A Cerimônia Oficial de Posse dos 24 atletas que passarão a ser membros da primeira edição do Hall da Fama da IAAF acontecerá no dia 24 de novembro deste ano, em Barcelona. EFE