Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Senado dos EUA convoca Blatter para audiência. Mas ele não vai

Presidente da Fifa foi convidado pelo governo americano a prestar esclarecimentos sobre os casos de corrupção envolvendo dirigentes da entidade

O presidente da Fifa Joseph Blatter não vai à audiência no Senado dos Estados Unidos que discutirá, nesta quarta-feira, os casos de corrupção no futebol investigados pelo FBI e que envolvem dirigentes ligados à entidade. Desde a revelação do escândalo, em maio, Blatter não saiu da Suíça.

Garrette Turner, porta-voz do senador republicano Jerry Moran, divulgou comunicado sobre a ausência de Blatter na audiência. “O senador Moran estendeu a mão para a Fifa ter possibilidade de testemunhar e dar explicações, mas a organização recusou.” A Fifa ainda não se pronunciou sobre o tema.

Leia também:

Caso Fifa: Blatter culpa confederações por corrupção no futebol

Chuck Blazer, peça-chave dos escândalos, é banido do futebol pela Fifa

Justiça suíça revela que um dos dirigentes detidos aceitou ser extraditado para os EUA

Os senadores americanos pretendem ouvir, como testemunhas, o investigador Michael Hershman, que serviu ao comitê independente da Fifa entre 2011 e 2013; Sunjeev Bery, oficial da Anistia Internacional; e Andrew Jennings, jornalista britânico autor de diversas reportagens que expuseram os esquemas de corrupção na Fifa. O americano Chuck Blazer, integrante do comitê executivo da Fifa por 17 anos e principal delator do FBI, também é aguardado na audiência.

Reaparição – Blatter confirmou presença em evento oficial da Fifa, na segunda-feira, dia 20, que definirá as datas do Congresso e da nova eleição presidencial. De acordo com a agenda da Fifa, Blatter e o secretário-geral Jérôme Valcke vão discutir possíveis mudanças estruturais além de definir as datas para a eleição, que deve ocorrer entre dezembro e janeiro.

Até lá, Blatter, de 79 anos, garante que continuará como comandante da Fifa, mesmo sem exercer o quinto mandato na presidência. A última vez que o dirigente apareceu em público foi na inauguração do museu da entidade, em Zurique, dia 26 de junho.

(Com agência Gazeta Press)