Clique e assine a partir de 9,90/mês

Sem técnica e drible, Fernandão se diz ‘predestinado para Deus’

Por Da Redação - 5 fev 2012, 18h59

O atacante Fernandão não é o atacante dos sonhos da maior parte da torcida do Palmeiras, mas foi importante na vitória por 2 a 1 sobre o Santos, neste domingo, pelo Campeonato Paulista. Autor do primeiro gol do Verdão no clássico, o jogador admitiu que seu ponto forte é a raça, e não a qualidade técnica.

‘Não sou jogador de técnica nem de drible, mas o Palmeiras precisa que eu me dedique ao máximo ali no meio dos zagueiros. Mais uma vez, ajudei. A torcida do Palmeiras pode contar dessa forma’, afirmou. ‘Para Deus, eu sou predestinado. Não sei se sou para o resto do pessoal’.

Quando o Santos vencia por 1 a 0, com gol de Neymar, Fernandão aproveitou cobrança de escanteio de Marcos Assunção para desviar de cabeça para as redes. No fim da partida, Juninho chutou e a bola desviou em Maranhão para estufar as redes.

‘Jogamos muito bem o primeiro tempo e, infelizmente, deixamos a desejar em determinado momento. Mas os gols vieram para coroar a doação do grupo’, completou.

Fernandão iniciou o ano na reserva de Ricardo Bueno, mas ganhou a posição e marcou seu segundo gol no campeonato. Nas duas vezes, o atacante anotou de cabeça após cobrança de escanteio.

Continua após a publicidade
Publicidade