Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Sem Siloé, Náutico deve ter reforço surpresa em Florianópolis

O treinamento da manhã desta quinta-feira, último do Náutico antes de sua reestréia na Série A do Campeonato Brasileiro, rendeu uma má notícia para o técnico Alexandre Gallo. O atacante Siloé, que vinha treinando entre os titulares, sofreu uma entorse no tornozelo direito em virtude de uma pisada de mau jeito e foi vetado para a partida de sábado, às 21 horas (de Brasília), diante do Figueirense, em Florianópolis.

Dessa forma, um reforço surpresa do Timbu deve ser escalado entre os titulares no estádio Orlando Scarpelli. Rhayner, de 21 anos, acertou os últimos detalhes do acordo com a equipe pernambucana e, sem nem ter sido apresentado ou oficialmente anunciado, foi lançado ao time principal na atividade e só depende de regularização para entrar em campo.A diretoria do Náutico aguarda a publicação dos nomes de seus reforços no Boletim Diário (BID) da CBF para só então embarcar em direção á capital catarinense. Rhayner disputou o Campeonato Paulista pelo Linense depois de passagem apagada pelo Figueirense quando, apesar de não ser titular, encantou ao técnico Gallo, que comandava o Avaí naquela oportunidade. O jogador ainda acumula passagens por Grêmio Barueri (Prudente) e Marília-SP.

Quanto a Siloé, o tempo de recuperação estimado não é alto, mas o inchaço talvez o tire de algumas rodadas do Brasileirão. ‘O Siloé teve uma entorse no tornozelo direito porque pisou de mau jeito no gramado. Realmente o local está inchado, o atleta está sentindo muita dor e, como o tempo de recuperação é curto, resolvemos optar pelo veto para o jogo de estreia’, explicou Fábio Silva, médico da equipe alvirrubra. Além dele, Martinez e Alessandro também foram descartados.

Sem Siloé, Rhayner disputa posição com o meio-campista Ramon, que também foi testado mais adiantado. Essa é a única dúvida de Gallo para a partida, sendo que os titulares já foram definidos nos coletivos durante a semana: Gideão; Auremir, César Marques, Ronaldo Alves e Márcio Rosário; Elicarlos, Derley, Souza e Cléverson; Rhayner (Ramon) e Araújo.