Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Sem precisar de hemodiálise, Pelé deixa UTI e já caminha pelo quarto

Único rim do ex-atleta segue funcionando bem sem a ajuda de aparelhos

O Hospital Albert Einstein, em São Paulo, informou na manhã desta terça-feira que Pelé deixou a unidade de terapia intensiva (UTI). O rim do ex-atleta segue respondendo bem, dois dias depois de ter sido suspenso o tratamento de hemodiálise (filtragem do sangue por meio de aparelhos). O último boletim médico informa que Pelé permanece no mesmo quarto, mas agora sob cuidados de terapia semi-intensiva. Ele segue lúcido e já consegue caminhar pelo quarto. Aos 74 anos, o maior atleta de todos os tempos está internado desde o dia 24 com infecção urinária causada por problemas renais.

Após exames laboratoriais feitos nesta manhã, os médicos constataram que não há necessidade de Pelé retornar ao tratamento de hemodiálise. Outra avaliação do rim de Pelé será realizada na manhã de quarta-feira. No boletim divulgado na segunda-feira, o hospital informou que Pelé recebe antibióticos na veia e que não teve febre nos últimos dias. Ele vem reagindo melhor desde sábado, quando os médicos revelaram que encerrariam a hemodiálise.

Leia também:

Pelé retirou um dos rins quando jogava no Cosmos

Pelé mudou de quarto para ter privacidade, diz assessor

Com dor estomacal, Pelé cancela evento e é internado em São Paulo

Internação – Na quinta-feira, Pelé foi encaminhado para a UTI para iniciar um tratamento de hemodiálise. Antes, ele havia sido transferido para uma unidade de cuidados especiais, com quadro de instabilidade clínica. Seus assessores diziam que Pelé precisava de mais privacidade.

A mudança para a UTI foi necessária para o tratamento intensivo de suporte renal. Segundo os médicos, no fim da noite de quinta-feira Pelé não respondeu bem aos antibióticos e teve seu quadro de saúde agravado. O remédio utilizado no tratamento combatia uma bactéria responsável pela infecção.

O próprio Pelé fez questão de tranquilizar os fãs por meio de sua conta oficial no Twitter, administrada por uma agência especializada. Em um texto em inglês, ele negou que tenha ficado sob cuidados especiais, algo que havia sido divulgado pelo centro médico mais cedo. “Gostaria de aproveitar a oportunidade para informar a vocês que estou bem. Não estive sob cuidados intensivos hoje, eu apenas fui colocado em um quarto especial pelo hospital por questões de privacidade”, dizia a mensagem. Ele ainda agradeceu aos fãs pelo apoio e disse que planejava passar as festas de final de ano com a família.

(Com Estadão Conteúdo)