Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Sem opção na zaga, Tite não se arrepende de lista cheia de atacantes

Dos quatro zagueiros inscritos pelo Corinthians na primeira fase da Copa Libertadores, apenas Chicão e Leandro Castán estão disponíveis para o jogo desta quarta, contra o paraguaio Nacional. Para evitar mais problemas, os dois não devem ser utilizados no Campeonato Paulista enquanto Paulo André não estiver apto, mas o técnico Tite não acha que priorizar o setor ofensivo ao elaborar a lista tenha sido um erro.

Ele espera que Paulo André, que se recupera de uma artroscopia no joelho direito, esteja em condições de jogo ainda na primeira fase. Já Wallace, que vai operar o tornozelo esquerdo nesta quarta, não tem mais como atuar pela competição continental – o volante Ralf será improvisado caso haja necessidade.

‘Quando o filho é bonito, está cheio de pai. Ninguém imaginava que o Marquinhos pudesse ter tamanha afirmação em tão pouco tempo, ele é um garoto de 17 anos. O Felipe está se afirmando, nem estreou ainda. A busca foi pela experiência’, explicou o comandante, citando respectivamente o defensor campeão da Copa São Paulo Júnior deste ano e o atleta contratado do Bragantino.Os dois brigam pela vaga de Wallace, mas poderiam constar na relação de 25 atletas caso a comissão técnica não optasse por incluir sete atacantes (Liedson, Emerson, Elton, Adriano, Gilsinho, Jorge Henrique e Willian).

São tantos jogadores com características ofensivas que o banco de reservas estará recheado de opções para o ataque diante dos paraguaios, mesmo que Gilsinho e Adriano sequer tenham sido relacionados. O goleiro Danilo Fernandes, o lateral esquerdo Ramon, os meias Douglas e Cachito Ramírez e os atacantes Willian, Elton e Emerson serão os suplentes.