Clique e assine a partir de 9,90/mês

Sem Neymar e Ganso, Santos perde para o Sport no Recife

É segunda derrota consecutiva do time, que é o 12º colocado, com 26 pontos

Por Da Redação - 2 Sep 2012, 18h29

O Santos foi derrotado pelo Sport por 2 a 1, neste domingo, na Ilha do Retiro, pela 21.ª rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe paulista voltou a mostrar que não é a mesma quando não pode contar com Neymar e Paulo Henrique Ganso, que, com problemas físicos, foram desfalques para a partida.

Foi a segunda derrota consecutiva do Santos, que estacionou nos 26 pontos e é apenas o 12.º colocado na tabela. Já o Sport chegou aos 19 pontos, ultrapassou o Palmeiras e respirou um pouco mais aliviado. A equipe pernambucana, no entanto, segue na zona do rebaixamento, na 17.ª posição.

O time paulista tentará se recuperar na próxima quinta-feira, quando enfrenta o Fluminense, às 21 horas, no Engenhão. Já o Sport tem como próximo compromisso um confronto direto diante do Palmeiras, no Pacaembu, também na quinta-feira, às 21 horas.

Confira a classicação do campeonato

Continua após a publicidade

O jogo – Sem Paulo Henrique Ganso, que alegou um problema muscular na coxa, e Neymar, que sentiu uma indisposição intestinal, Muricy Ramalho decidiu fechar um pouco mais a equipe e escalou cinco jogadores no meio de campo. Gerson Magrão e Felipe Anderson foram as novidades entre os titulares, enquanto André ficava isolado no ataque.

Desta forma, o Santos teve problemas para se encontrar na partida e com isso foi castigado logo no início. Aos três minutos, Cicinho recebeu pela direita e cruzou, a bola passou por toda a área sem ninguém tocar, quicou na pequena área e encontrou Hugo, sozinho. Ele só escorou de cabeça para superar Rafael e abrir o placar.

Depois do gol do Sport, Felipe Anderson começou a aparecer mais e o time paulista cresceu na partida. Mas quando era pressionado, o Sport fez seu segundo gol, aos 36 minutos. Felipe Azevedo recebeu boa bola pela esquerda, foi para cima de Bruno Rodrigo, cortou para o meio e bateu. A bola ainda desviou em Bruno Peres e enganou Rafael.

Insatisfeito com o setor ofensivo de sua equipe, Muricy Ramalho colocou o jovem Victor Andrade no lugar de Juan. Desta forma, Gerson Magrão foi para a lateral. A mudança deu certo quase imediatamente e, aos seis minutos, o Santos diminuiu. Gerson Magrão recebeu lançamento pela esquerda, chegou à linha de fundo e cruzou para André, que só teve o trabalho de tocar de cabeça.

Continua após a publicidade

Expulsão – Poucos minutos depois, o Santos ficou em vantagem numérica, com a expulsão de Edcarlos, e passou a controlar ainda mais ações da partida. Após o ímpeto inicial, no entanto, o time visitante voltou a tropeçar nos mesmos erros ofensivos e já não levava mais perigo ao gol de Magrão. Por isso, Bill deixou o banco para entrar no lugar de Gerson Magrão.

A partir daí, o jogo virou um confronto de ataque contra defesa. O Santos não saia do campo do Sport, mas, ainda com problemas de criação, não conseguia sequer chutar ao gol adversário e seguia abusando das jogadas de bola aérea. Foi desta forma que Bill perdeu uma chance incrível a poucos minutos para o fim. O time da casa ainda teve uma cobrança de falta de Bruno Aguiar explodindo no travessão, mas o jogo terminou mesmo em 2 a 1.

Leia também:

Corinthians vence o líder Atlético Mineiro

Continua após a publicidade

São Paulo perde e complica Palmeiras

Com dois gols de Forlán, Inter goleira Flamengo

Botafogo vence e deixa Coritiba perto da zona de rebaixamento

Cruzeiro mantém tabu contra Náutico

Continua após a publicidade

Pelo alto, Ponte Preta afunda o Atlético-GO

Publicidade