Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Sem largar na pole em Mugello, Lorenzo lamenta falha eletrônica

Após garantir a segunda colocação no grid de largada do Grande Prêmio da Itália, Jorge Lorenzo lamentou não conseguir a pole position. Piloto mais rápido dos treinos da última sexta-feira, o espanhol afirmou que foi atrapalhado por problemas eletrônicos em sua Yamaha na sessão deste sábado.

‘Em qualquer caso, o importante é que estivemos entre os mais rápidos em todos os momentos. Apesar de termos um problema eletrônico quase no final, como se falhasse um cilindro, os engenheiros da Yamaha me garantiram que já está solucionado e não voltará a acontecer amanhã’, explicou.

No entanto, mesmo reconhecendo as falhas em sua moto no treino oficial, o líder do Mundial desta temporada enalteceu algumas mudanças realizadas por sua equipe. ‘Além disso, outro dado importante é que, nos treinamentos oficiais, utilizamos um novo motor e foi tão rápido como os da Ducati na reta. Isso é importante, pois é um ponto em que, agora, não perdemos nada de tempo’, analisou.

Por último, Lorenzo destacou que, ao lado de seu compatriota Dani Pedrosa, que alcançou a pole position, é favorito para conquistar a vitória no circuito de Mugello. ‘Eu e Dani temos um ritmo muito bom e, talvez, o resto esteja um pouco atrás. Entretanto, sabemos que será uma corrida difícil e tentarei escapar, se puder’, encerrou.

O Grande Prêmio da Itália, que será realizado neste domingo, às 9 horas (de Brasília), no circuito de Mugello, é a nona etapa da MotoGP nesta temporada. Após oito corridas, Jorge Lorenzo lidera a classificação, com 160 pontos, seguido pelos pilotos da Honda Dani Pedrosa, com 146 pontos, e Casey Stoner, com 140 pontos.