Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Sem jogar, Brasil alcança Argentina no 6º lugar do ranking

Com a redução do peso de pontos conquistados nas Eliminatórias, a seleção de Felipão – que não disputou essas partidas – ganha três posições na lista da Fifa

Por Da Redação 10 abr 2014, 07h50

Ranking da Fifa

1. Espanha, 1.460 pontos

2. Alemanha, 1.340

3. Portugal, 1.245

4. Colômbia, 1.186

5. Uruguai, 1.181

6. Argentina, 1.174

Brasil, 1.174

8. Suíça, 1.161

9. Itália, 1.115

10. Grécia, 1.082

11. Ingleterra, 1.043

12. Bélgica, 1.039

13. EUA, 1.015

Continua após a publicidade

14. Chile, 1.011

15. Holanda, 967

16. França, 935

17. Ucrânia, 913

18. Rússia, 903

19. México, 876

20. Croácia, 871

Enquanto Luiz Felipe Scolari e Carlos Alberto Parreira viajavam pela Europa para observar jogadores e acompanhar partidas importantes nos principais estádios do continente, a seleção brasileira não entrou em campo. Sua colocação no ranking da Fifa, no entanto, melhorou – e muito. Depois de um longo período de declínio e de uma recuperação gradual do status da equipe, o Brasil alcançou sua arquirrival, a Argentina, e agora está empatado com a seleção de Lionel Messi no sexto lugar da lista. De acordo com a Fifa, as mudanças no ranking se devem à perda de peso das partidas dos últimos anos, em especial as Eliminatórias para a Copa. Como a pontuação dos jogos menos recentes vai decaindo, a diferença entre os rivais e o Brasil, que disputou principalmente amistosos desde a última Copa, também vai diminuindo. Com isso, o Brasil ganhou três posições na lista e a Argentina perdeu três. A próxima edição do ranking sairá no mês que antecede o Mundial, em 8 de maio.

Leia também:

Seleção fecha montagem do time com confiança e alegria

Com 95% de sua lista pronta, Felipão já avisa convocados

Na Europa, Felipão vê atletas e explica plano para a Copa

‘Agora podem cobrar’, diz Felipão na nova Granja Comary

Entre as seleções favoritas ao título, não foi só a colocação do Brasil e da Argentina que mudou. Portugal, de Cristiano Ronaldo, ganhou uma posição e agora tem uma invejável terceira colocação na lista elaborada pela Fifa, atrás apenas da líder Espanha e da Alemanha. A Colômbia é a quarta colocada, à frente do Uruguai, da Argentina e do Brasil – os quatro sul-americanos estão separados por apenas doze pontos. A Suíça e a Itália desceram uma posição e a Bélgica caiu duas, saindo do top 10. A Holanda, atual vice-campeã da Copa do Mundo, despencou mais quatro colocações e agora é só a 15ª melhor seleção do planeta. A Croácia, primeira adversária do Brasil no Mundial, também perdeu quatro posições e fecha o top 20 da Fifa, logo atrás do México, segundo rival da seleção na fase de grupos da Copa. Camarões, que completa o Grupo A, ficou na mesma: a equipe africana é só a 50ª colocada do ranking. A Bélgica é a cabeça-de-chave com pior colocação no ranking.

Continua após a publicidade
Publicidade