Clique e assine a partir de 9,90/mês

Seleção masculina de vôlei começa campanha rumo ao tri vencendo

Finalista na últimas quatro edições dos Jogos, o time comandado por Bernardinho bateu o México. Próximo confronto será contra Canadá.

Por Da Redação - Atualizado em 7 ago 2016, 13h21 - Publicado em 7 ago 2016, 11h51

O time comandado por Bernardinho estreou com vitória na Rio 2016. O primeiro adversário dos brasileiros foi o México, equipe sem tradição e que não prometia surpresas. No entanto, mexicanos entraram em quadra mais ligados e fizeram o primeiro set. O Brasil acordou e venceu os três sets seguintes, fechando a partida em 3 sets a 1.

O próximo confronto será contra o Canadá, na terça-feira. Depois, vêm os adversários mais difíceis do grupo A: Estados Unidos, Itália e França.

Favoritos ao ouro, a seleção bicampeã olímpica busca a quarta final consecutiva em Jogos: em Londres 2012 e Pequim 2008, ficaram com a prata, e em Atenas 2004 faturaram o ouro – assim como em Barcelona 1992.

Leia também:
Nos Jogos do Rio, elas mandam no futebol
Estados Unidos massacram a China no basquete

Segundo dia de competições – O domingo já começou bem para outros brasileiros. Logo cedo, Guilherme Toledo derrotou o atual campeão mundial da categoria florete da esgrima, o japonês Yuki Ota, e avançou às oitavas de final.  Larissa e Talita, a dupla favorita ao ouro no vôlei de praia, estreou nos Jogos com vitória sobre as russas Birlova e Urkulova por 2 sets a 0. Mais brasileiros podem se destacar ainda neste domingo.

Continua após a publicidade

Logo depois do almoço em família, há um bom jogo de basquete: a seleção de Ruben Magnano enfrenta a Lituânia. Partida dura, embora os brasileiros tenham vencido os lituanos em um amistoso antes dos Jogos Olímpicos. Fim da tarde é a hora de Pedro Soberg (filho da Isabel do vôlei) e Evandro enfrentarem os cubanos na areia da princesinha do mar. A partir de 22h00, páreo duro: acompanhar Neymar e cia. contra o fraco Iraque ou mergulhar com Katie Ledecky e Michael Phelps na piscina? Ledecky é a favorita dos 400 metros livres. Phelps, o grande Phelps, começa a de despedir de sua magnífica história olímpica no revezamento 4 x 100 livres – mas atenção, porque o ouro deve ficar com o quarteto francês.

Publicidade