Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Seleção feminina de futebol bate México e vai à final

Por Da Redação - 25 out 2011, 21h06

A seleção brasileira feminina de futebol conseguiu a classificação à final dos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara. Mesmo com praticamente toda a torcida contra no estádio Omnilife, o Brasil derrotou o México por 1 a 0, nesta terça-feira, e agora espera a adversária na grande decisão – Colômbia e Canadá jogam a outra semifinal mais tarde.

A destaque da partida foi a jogadora que passa por uma grande drama pessoal. Aos 33 minutos do segundo tempo, a lateral-direita Maurine recebeu um lançamento da esquerda e, livre dentro da área, tocou rasteiro na saída da goleira mexicana para marcar o gol da vitória.

Na comemoração, muito choro e dedos levantados ao céu de Maurine, que perdeu o pai – que se chamava Brasil – no último final de semana. Praticamente todas as suas companheiras de seleção foram abraçá-la. Depois, com a vantagem no placar, o Brasil contou com a boa atuação da goleira Bárbara.

Assim que a partida acabou, novamente Maurine se ajoelhou no campo e foi abraçada por todas as outras jogadoras do Brasil, inclusive as reservas. O técnico Kleiton Lima, que usou o acontecimento na preleção para motivar as atletas, foi outro que deu um longo abraço na lateral-direita.

Publicidade

“Foi uma emoção muito grande. Minha família toda está em Porto Alegre. Foi a mão de Deus que me ajudou a fazer o gol. A gente (jogadores) conversou bastante para entrar focado, com muita raça e dedicação. E deu certo. Foram todas guerreiras, com muita vontade”, disse Maurine, em entrevista à TV Record.

(Com Agência Estado)

Publicidade