Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Segurança é preso em flagrante por estupro no Parque Olímpico

De acordo com a polícia, a vítima estava dormindo e não tinha condições de resistir ao ataque do funcionário, que tentou passar a mão por baixo do uniforme

O segurança Genival Ferreira Mendes foi preso em flagrante na madrugada deste domingo no Parque Olímpico do Rio de Janeiro, acusado de estuprar uma bombeira civil no velódromo, onde ocorrerão as competições de ciclismo dos Jogos de 2016. De acordo com a Polícia Civil, ele foi detido por agentes da Força Nacional de Segurança (FNS) e levado para a 16ª Delegacia de Polícia, na Barra da Tijuca, zona oeste da cidade.

O acusado trabalha para a empresa Gocil, contratada pelo Comitê Rio-2016 para prestar serviços de segurança, controle de acesso, prevenção de sinistros, atendimento de primeiros socorros e vigilância em várias instalações olímpicas. De acordo com a polícia, a vítima estava dormindo e não tinha condições de resistir ao ataque de Mendes, que tentou passar a mão por baixo de seu uniforme.

A pena para o crime de estupro de vulnerável – que se refere a menores de 14 anos ou a pessoas incapazes de oferecer resistência – é de reclusão de oito a 15 anos.

O Comitê Rio-2016 informou que “repudia veementemente qualquer tipo de violência e desrespeito”. Responsável pela organização dos Jogos, o comitê diz que o caso foi registrado em delegacia para que sejam aplicadas as devidas penas previstas na lei brasileira caso o crime fique comprovado. Segundo o órgão, “todos os funcionários terceirizados são orientados a seguir o código de conduta da Rio-2016”.

(Com Estadão Conteúdo)

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Adriana Magalhães Vasconcelos

    É…. Acontece… Um maluco sempre pode estragar a festa.

    Curtir

  2. Não entendi se o estupro foi consumado ou se passar a mão sob o uniforme já é considerado estupro.
    De qualquer modo a matéria está mal redigida.

    Curtir

  3. Vangelis Gomes

    Mesmo que não seja consumado, já é caracterizado o estupro. A lei penal mudou, não existe mais nem atentado ao pudor. Tudo é estupro. Sair sem roupa na rua já é caracterizado estupro aos demais.
    Então, melhor ter consciência e evitar esse tipo de situação. Respeito é bom e todo mundo gosta.

    Curtir

  4. Napoleao Gomes

    Ele também queria um espelhinho…

    Curtir

  5. Mais um otário pé de chinelo que vai pagar o pato da impunidade concedida aos políticos ladrões e empresários pilhados saqueando o país. Tem que ser punido, é claro. Porém, a pena de 8 a 15 anos de reclusão me parece muito desproporcional ao ato cometido pelo idiota do segurança. Enfim, como não é milionário e não pode pagar pela liberdade servirá de exemplo.

    Curtir

  6. Adriana Magalhães Vasconcelos

    Lol laercio… Tem que ser muito inocente achar que “passar a mão” lhe dará 8 anos de prisão. Não sei como funciona, mas lhe asseguro, punições grandes assim são para “estupros maiores”. E o que isso tem a ver com a impunidade dos políticos? Acho que isso tem a ver com a impunidade de quem desmata a mata atlântica. Faz todo o sentido né?

    Curtir

  7. Essa OlimPIADA vai entrar para a História…

    Curtir

  8. Marcio Soares Lacerda

    Desde quando uma mão boba é estupro? Onde está a razoabilidade da pena? Temos vistos diariamente todos os tipos de violência inclusive mortes, garotos esfaqueando pessoas ou atirando nelas sem mesmo serem julgados e se alguém passar a mão em outra (bater a pena é mais leve) pega até 15 anos de cadeia? País maluco o nosso!

    Curtir