Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Secretário-geral da Fifa visita o Brasil e cobra aprovação da Lei da Copa

Brasília, 16 jan (EFE).- O secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, iniciou nesta segunda-feira uma visita de quatro dias ao Brasil, país sede da Copa do Mundo de 2014, e afirmou que é preciso aprovar rapidamente a Lei Geral da Copa no Congresso Nacional.

‘Há muito trabalho para fazer, mas estamos otimistas’, declarou Valcke em entrevista coletiva.

O Brasil e a Fifa mantêm diferenças sobre alguns assuntos polêmicos, sobretudo em relação a venda de bebidas alcoólicas nos estádios, proibida por lei no país, e a exigência brasileira de que uma percentagem das entradas sejam distribuídas entre a população mais pobre.

‘Todos esses assuntos estão sendo discutidos’ e ‘com toda certeza’ chegaremos a um acordo aceitável para as duas partes, garantiu o dirigente da Fifa, embora tenha insistido que ‘o importante’ é que a lei seja aprovada o mais rápido possível.

A Copa do Mundo de 2014 terá como subsedes as cidades de Belo Horizonte, Brasília, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.

Na entrevista coletiva, junto a Valcke, participaram o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, e o ex-jogador Ronaldo, membro do Comitê Organizador Local (COL) da Copa de 2014.

‘O Brasil demonstrará que, além de ser bom no futebol, é bom em organização e fará o melhor Mundial de todos os tempos’, garantiu Ronaldo.

O ministro Rebelo, por sua parte, quis ‘deixar claro o esforço do Governo para que o Brasil realize uma grande Copa do Mundo’.

Rebelo afirmou que a presidente brasileira, Dilma Rousseff, conhece ‘a grande expectativa que existe no mundo pelo maior evento’ de esporte e garantiu que ‘não se medirão esforços para realizar uma grande Copa do Mundo’.

Após a entrevista coletiva, o dirigente da Fifa viajou para Fortaleza, onde visitará as obras do estádio Castelão, um dos que está em construção para o Mundial e que já foi concluído em 53%, segundo as autoridades locais.

Durante esta viagem ao Brasil, Valcke também visitará as obras do estádio Fonte Nova, em Salvador. EFE