Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Scolari não vê elenco intimidado com gols de Marcos Assunção

Por Da Redação 3 fev 2012, 06h48

O volante Marcos Assunção é o responsável por quase todas as cobranças de falta do Palmeiras nas partidas. Apesar de o experiente meio-campista ser a principal arma ofensiva do clube, o técnico Luiz Felipe Scolari não vê os demais especialistas do Verdão em bola parada intimidados diante do brilho do camisa 20.

‘Ele não inibe os outros, até convida alguns jogadores a se especializarem um pouco mais na batida da bola. Normalmente, também estão lá nos treinos Valdivia, Daniel Carvalho, Carmona… Tínhamos ainda o Thiago Heleno’, avaliou o técnico, lembrando que o zagueiro está fora dos treinos por conta de cirurgia nos pés.

O pentacampeão explica que cada jogador aperfeiçoa um tipo diferente de batida, para dar várias opções ao time durante os compromissos. ‘Alguns batem de 20 metros, outros de 30… Ele (Assunção) serve de referência e incentiva os colegas’.

Assim como no ano passado, Marcos Assunção se notabiliza no Palmeiras pelos gols e assistências. Dos seis tentos assinalados pelo Verdão neste Campeonato Paulista, o volante participou de quatro: marcou dois contra o Mogi Mirim e fez os cruzamentos para os de Leandro Amaro, contra o Bragantino, e Fernandão, diante da Catanduvense.

Apesar dos números positivos, o atleta não estabelece uma meta de gols para esta temporada. ‘Não faço projeções, pois minha função não é fazer gols. Minha função é marcar e dar tranquilidade para jogadores como Valdivia, Luan e os atacantes jogarem. Minha maior preocupação e dedicação é roubar a bola e passar para eles desenvolverem um melhor futebol’, afirmou o meio-campista, ao site oficial da equipe.

Em 2010, Assunção deixou sua marca dez vezes pelo Palmeiras. Já na temporada passada, o volante balançou as redes em 11 oportunidades.

Continua após a publicidade
Publicidade