Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Schumacher faz aniversário e recebe homenagens de Ferrari e Mercedes

Ex-piloto se recupera de acidente de esqui sofrido há cinco anos, sob sigilo da família

Por Estadão Conteúdo - 3 jan 2019, 12h06

O alemão Michael Schumacher é um dos grandes responsáveis pelo sucesso da Mercedes na Fórmula 1 nos últimos anos, afirmou o chefe da equipe, Toto Wolff, nesta quinta-feira 3, dia em que o alemão completa 50 anos. Wolff relembrou a trajetória do piloto na Mercedes e sua importância para a forte evolução da equipe desde seu retorno à F-1 em 2010.

“Michael é um dos pais fundadores responsáveis pelo sucesso que tivemos nos últimos cinco anos. Não há outro piloto como ele e sua vasta experiência contribuiu tremendamente para o desenvolvimento do nosso time”, declarou Wolff.

Schumacher se aposentou pela primeira vez da F1 em 2006, mas voltou em 2010, na volta da Mercedes à categoria, mas em três temporadas faturou apenas um pódio, sem vitória.

“Ele exerceu papel crucial quando voltou para a F1 e foi uma das pessoas que construiu a fundação para o nosso futuro sucesso. Somos extremamente gratos a tudo o que ele fez por nós. Hoje, todos nós erguemos o nosso chapéu para você. Feliz Aniversário, Michael!.”

Publicidade

“Como piloto, Michael levou a F-1 a um novo nível com sua atenção a detalhes e conhecimento técnico. Ele fez tudo com grande determinação, desde as conversas com os engenheiros até a preparação física. E estava sempre em busca de novas formas de melhorar a sua performance na pista”, afirmou Wolff.

Ferrari

A Ferrari usou o Twitter para homenagear o maior piloto de sua história. “Nosso campeão faz 50 anos hoje. Estamos todos com você, Michael, continue lutando”, escreveu a escuderia italiana. Heptacampeão de Fórmula 1, Schumacher conquistou cinco de seus sete títulos com a equipe italiana.

Também nesta quinta, o Museu Ferrari, em Maranello, inaugurou uma mostra, chamada “Michael 50”, em parceria com a Fundação Keep Fighting, criada pela família para preservar o legado do ex-piloto.

Acidente

Schumacher sofreu um grave acidente de esqui em dezembro de 2013, em Méribel, no sul da França, ao cair e bater a cabeça em uma rocha. Desde então ele lida com as sequelas da colisão. Cinco anos após a queda, a família mantém seu estado de saúde sob sigilo.

Publicidade

Na quarta, véspera do seu aniversário, a família emitiu comunicado para anunciar o lançamento de um aplicativo de celular em homenagem ao piloto. E não fez maiores revelações sobre o seu estado de saúde. Disse apenas que Schumacher “está em boas mãos” e que todos estão fazendo o máximo por sua recuperação.

Publicidade