Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Schumacher ‘cruza os dedos’ para Barrichello continuar na Fórmula 1 em 2012

São Paulo, 24 nov (EFE).- Rubens Barrichello recebeu um apoio inusitado para continuar na Fórmula 1 no ano que vem, dessa vez, do piloto alemão Michael Schumacher, que afirmou que ‘cruza os dedos’ para que o brasileiro continue no grid de largada da categoria.

O piloto da Williams, que foi companheiro de Schumacher (Mercedes) durante muito tempo na Ferrari, luta para permanecer na Fórmula 1, e se depender da torcida do alemão, com quem já teve alguns desafetos, Rubinho continua.

‘Ele é um dos ícones da Fórmula 1 e seria triste não vê-lo nas corridas no ano que vem’, afirmou Shumacher em entrevista coletiva no autódromo de Interlagos, local que acontecerá o GP do Brasil no domingo.

‘Cruzo meus dedos para que não importe apenas o dinheiro, mas também a qualidade. Ele deveria ter uma vaga para o ano que vem’, garantiu o heptacampeão mundial sobre o rumor de uma possível saída do brasileiro por falta de contrato para a próxima temporada.

Nesta semana, Felipe Massa, piloto da Ferrari, aconselhou Barrichello a parar de correr se precisar buscar patrocinadores para continuar competindo na Fórmula 1.

‘Eu dei um conselho: que pare. Para mim, Barrichello teve uma carreira incrível na F1. É o piloto que mais GPs disputou e o que mais vitórias acumulou. É uma carreira que muitos pilotos sonhariam ter’, declarou Massa ao ‘TotalRace’.

Barrichello e Schumacher saíram juntos da entrevista coletiva deixando para trás as diferenças que tiveram nas pistas no ano passado, em particular durante o Grande Prêmio da Hungria na qual o alemão fechou o brasileiro para defender uma posição.

Durante os anos que correram pela Ferrari, Barrichello também foi criticado pela imprensa por ceder lugar a Schumacher em alguns GPs. EFE

wgm/as