Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Satisfeito com segundo lugar, Vettel sente potencial no carro

Apontado como principal favorito ao título na Fórmula 1, o alemão Sebastian Vettel terminou o Grande Prêmio da Austrália, realizado na madrugada deste domingo, na segunda colocação. Superado pela McLaren do britânico Jenson Button, o piloto da Red Bull se disse satisfeito com o resultado final e elogiou o modelo desenvolvido pela equipe austríaca para 2012.

‘Parabéns à McLaren e ao Jenson. Ele fez uma corrida fantástica e foi invencível hoje, mas estou feliz com o segundo lugar. Muita gente não esperava isso depois de ontem. Foi uma corrida positiva para nós e sabíamos que seria difícil. Então, ficar em segundo e marcar vários pontos é importante, era o máximo que poderíamos alcançar’, declarou Vettel.

O treino classificatório, realizado no último sábado, foi decepcionante para a Red Bull, uma vez que Vettel alcançou apenas a sexta colocação do grid de largada, logo atrás do australiano Mark Webber, seu companheiro de equipe. Eles foram superados pelos britânicos Lewis Hamilton e Jenson Button, ambos da McLaren, pelo francês Romain Grosjean (Lotus) e pelo alemão Michael Schumacher (Mercedes).

‘O carro tem muito potencial e agora depende de nós explorá-lo. Eu adoraria terminar em uma posição melhor ontem. Agora, precisamos enfrentar os problemas e evoluir para a próxima semana’, declarou Vettel. A segunda prova do calendário, o Grande Prêmio da Malásia, será realizado já no próximo domingo, a partir das 5 horas (de Brasília).

O britânico Jenson Button (McLaren) venceu o Grande Prêmio da Austrália. Superado por Vettel, o também britânico Lewis Hamilton (McLaren) completou o pódio na terceira colocação e deixou o australiano Mark Webber (Red Bull) na quarta posição. Assim como seu companheiro de equipe, o piloto local fez um balanço positivo.

‘A qualificação foi difícil para nós, mas o ritmo de corrida foi melhor. Tivemos um pouco de sorte com o safety car e eu estava mais rápido que o Lewis no final, mas é difícil ultrapassar aqui. Na Malásia, a história teria sido diferente. Hoje fizemos uma boa exibição e foi um dia bom para a Red Bull levando em conta o que tínhamos ontem’, analisou Webber.