Clique e assine a partir de 9,90/mês

São Silvestre tem final espetacular com ultrapassagem e novo recorde

Queniano Kibiwot Kandie deu arrancada nos últimos segundos e cruzou a linha antes de ugandense. Entre as mulheres, queniana Brigid Kosgei dominou e venceu

Por Redação - Atualizado em 31 Dec 2019, 10h45 - Publicado em 31 Dec 2019, 09h12

A edição de 2019 da Corrida de São Silvestre teve um final espetacular na manhã desta terça-feira, 31, em São Paulo. O queniano Kibiwot Kandie venceu a prova masculina com uma arrancada nos últimos segundos, deixando o ugandense Jacob Kiplimo para trás pouco antes da linha de chegada. O atleta mostrou resistência ao eliminar a distância de vários metros que separava os dois no início da reta final. De quebra, Kandie ainda bateu o recorde da prova, completando o percurso de 15 quilômetros em 42 minutos e 59 segundos. O terceiro lugar ficou com o queniano Titus Ekiru.

Na prova feminina, a também queniana Brigid Kosgei dominou do início ao fim. A vencedora terminou a São Silvestre em 48 minutos e 54 segundos. Foi a primeira vez que Brigid participou da corrida em São Paulo. Sheila Shelangat completou a dobradinha queniana, enquanto Tisadk Nigus, da Etiópia, ficou na terceira posição.

Brigid Kosgei cruza a linha de chegada Peter Leone/Ofotográfico/Folhapress
Publicidade