Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

São Paulo planeja ‘megadespedida’ para Rogério Ceni

Contrato do goleiro de 42 anos se encerra em 6 de agosto

Ao contrário do que fez nos últimos dois anos, o goleiro Rogério Ceni, do São Paulo, não deve desistir da aposentadoria. Com a recente eliminação do time na Copa Libertadores, o jogador de 42 anos terá apenas 14 jogos do Campeonato Brasileiro até o último dia de seu contrato, 6 de agosto. Por isso, o departamento de marketing do São Paulo já iniciou o planejamento para explorar o fim da carreira do ídolo.

Leia também:

São Paulo perde de 1 a 0 para a Ponte Preta em Campinas

Rogério Ceni confirma aposentadoria em agosto

Fábio brilha e Cruzeiro elimina São Paulo nos pênaltis

A diretoria estuda ações especiais para atrair a torcida aos sete jogos no Morumbi, já que o público teoricamente seria menor pela má fase do time. A primeira oportunidade de explorar o momento será no sábado, quando o São Paulo recebe o Joinville. As primeiras reuniões para tratar do assunto aconteceram na última quinta-feira e o assunto será retomado nesta segunda.

O clube, porém, tenta viabilizar a realização de uma grande homenagem para Rogério. Como o último compromisso do goleiro no Brasileirão será fora de casa (contra o Atlético-MG, em Belo Horizonte, em 1 ou 2 de agosto), o departamento de marketing programa uma partida amistosa para que a despedida do ídolo seja no Morumbi.

Segundo os dirigentes, será uma “megadespedida”. A promessa, no entanto, já foi feita no passado: como Rogério Ceni dava a entender que não prolongaria seu contrato em dezembro de 2014, o clube chegou a anunciar uma despedida grandiosa, que seria disputada contra veteranos de Milan ou Liverpool, equipes vencidas pela São Paulo nos últimos títulos mundiais.

Na época, o São Paulo anunciou a presença de Zetti, antecessor de Rogério, para que o goleiro-artilheiro pudesse atuar na linha durante o evento. Em função da prorrogação de contrato, todo esse planejamento foi adiado, mas parte dele poderá ser reaproveitado agora. No elenco profissional desde 1992, Rogério conquistou diversos títulos, incluindo três Campeonatos Brasileiros, duas Libertadores e dois Mundiais de Clubes, e marcou 127 gols.

(Com Gazeta Press)