Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

São Paulo pega Ponte Preta por vaga na Copa do Brasil

Por Da Redação 10 Maio 2012, 07h00

Por Fernando Faro

São Paulo – Vencer a Ponte Preta e conquistar a vaga para as quartas de final da Copa do Brasil é visto como obrigação no São Paulo. Após uma semana com derrotas e eliminações em campo e polêmica fora dele, os jogadores têm a oportunidade de provar que os dias ruins ficaram no passado e querem reencontrar o rumo com uma boa e convincente vitória sobre a Ponte Preta, nesta quinta-feira, às 21h50, no Morumbi.

Embora esteja longe de ser impossível, o desafio não é dos mais simples. Como foi derrotado por 1 a 0 em Campinas, o time tricolor precisará vencer por pelo menos dois gols de diferença para avançar – vitória por 1 a 0 leva a decisão para os pênaltis e vitória com um gol de diferença com a Ponte Preta marcando no Morumbi significará a eliminação.

Por isso, além do rival de Campinas os jogadores enxergam o nervosismo como um adversário importante a ser vencido e pedem calma à torcida. “Sem dúvida eles virão fechados porque estão com a vantagem. Precisamos fazer o primeiro gol, acho que isso é o mais difícil. A partir daí eles devem sair mais para o jogo e podemos pensar em fazer o segundo e até o terceiro”, previu o atacante Luis Fabiano.

O técnico Emerson Leão vem pressionado após as duas derrotas seguidas na temporada e mandará a campo a mesma equipe que perdeu o jogo de ida. Fernandinho, Lucas e Luis Fabiano serão os homens de frente, que contarão com o apoio de Cícero e Casemiro na armação. Mesmo tendo feito um dos piores jogos do ano em Campinas, os jogadores agora prometem uma equipe mais agressiva e com muito mais vontade.

Se a missão é complicada, ao menos os números mostram que é possível ter boas esperanças de ficar com a vaga. Além da boa campanha como mandante no ano, com dez vitórias, sete dos triunfos positivos foram por diferença de dois ou mais gols, exatamente o que a equipe precisa para passar de fase. A própria Ponte Preta já foi vencida nesta temporada: levou 3 a 1 no Paulistão, mesmo jogando em casa.

Mas todos sabem que de nada adiantará uma equipe vibrante e sem vaga. Após a eliminação no Campeonato Paulista, a pressão por um dos títulos que o clube não tem aumentou consideravelmente e o afastamento do zagueiro Paulo Miranda ajudou a inflamar o ambiente. Ninguém tem dúvidas de que mais uma eliminação pode trazer consequências para o restante da temporada. “Em caso de eliminação, as coisas não serão boas para nós. Aqui, o caldeirão ferve e algumas coisas podem mudar, sei como funciona o clube”, alertou Luis Fabiano.

Continua após a publicidade
Publicidade