Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

São Paulo intensifica exames, mas Leão já elogia vinda de Douglas

No dia 10 de janeiro de 2012, ainda início da pré-temporada do São Paulo no Centro de Formação de Atletas de Cotia, o técnico Emerson Leão participou de sua primeira entrevista coletiva na temporada e pediu: ‘O elenco ainda tem necessidade de um lateral direito’. Exatamente um mês depois, o Tricolor realiza exames médicos com Douglas, ex-Goiás, e o técnico faz questão de elogiar o possível novo comandado, já que ainda não existe contrato assinado.

Douglas foi submetido e aprovado em exames cardiológicos na quinta-feira, e realizou outra bateria de testes físicos nesta sexta. Entretanto, ainda existe a necessidade de confirmar se a pubalgia que impediu a assinatura do contrato com o Inter é crônica e pode afastá-lo também do São Paulo.

A previsão é de que os médicos do São Paulo deem o diagnóstico na próxima segunda-feira, quando o grupo se reapresenta no CT da Barra Funda após o clássico contra o Corinthians. Só então, depois de testes intensificados dentro das dependências do Tricolor, o anúncio será realizado. Ou não, caso o lateral não apresente condições de jogo.

Emerson Leão comandou Douglas no Goiás, em 2010, e sabe que terá um grande reforço para concorrer à vaga de Piris entre os titulares do São Paulo. Apesar de não ter conversado com os médicos do São Paulo, o comandante diz que já conta com ele para a segunda fase do Campeonato Paulista.

‘Ainda não sei se ele assinou. Mas conheço sim. Ele tem um nível técnico muito bom, pode ser deslocado para a outra lateral, porque também é múltiplo. Bate falta, sabe chutar de meia-distância, tem dinâmica boa, velocidade, é jovem, mas ainda não assinou. Não tinha pressa, mas agora tenho porque o Piris se lesionou. Temos que pensar positivo. Acredito que em 30 dias pode estar jogando’, pontuou o treinador do São Paulo durante as atividades desta sexta-feira no CT da Barra Funda.

Douglas é jogador da Traffic, foi liberado do contrato que tinha até maio com o Goiás e já acertou salários e tempo de contrato (3 anos) com o Tricolor paulista, mas ainda depende da aprovação nos exames médicos. ‘O dia em que ele estiver pronto e o contrato assinado posso dizer o motivo da vinda’, encerrou Leão.