Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

São Paulo empata em casa e aumenta jejum de vitórias

Por AE

São Paulo – São Paulo e Coritiba não saíram do 0 a 0, na tarde deste domingo, no Morumbi. O empate em casa aumentou o jejum são-paulino no Brasileirão: já são sete jogos sem vitória, afastando definitivamente o time da briga pelo título do campeonato. Por isso mesmo, o final do jogo foi marcado pelas vaias da torcida no estádio.

Mesmo com a demissão de Adilson Batista e a entrada do técnico interino Milton Cruz, depois da rodada do último fim de semana, o São Paulo não conseguiu reverter a má fase que atravessa no Brasileirão. Agora, já são cinco empates e duas derrotas nos últimos sete jogos, que deixam o time com 49 pontos.

O empate no Morumbi também não foi bom para o Coritiba. O time paranaense não ganha um jogo fora de casa desde o dia 17 de agosto, quando fez 3 a 2 no Santos. Assim, com fraco aproveitamento como visitante, chegou agora aos 42 pontos, praticamente acabando com o sonho de conquistar uma vaga na Libertadores.

Mesmo sem ter uma grande atuação, o São Paulo foi melhor na etapa inicial, mas falhou na finalização. A primeira boa chance são-paulina veio aos seis minutos, quando o lateral-esquerdo Juan apareceu sozinho dentro da área e, de frente para o goleiro Vanderlei, chutou de perna direita, mandando a bola para fora.

O São Paulo voltou a criar outra grande chance aos 19 minutos. Dessa vez, o meia Lucas aproveitou sua velocidade e puxou rápido contra-ataque. Mas, quando chegou na frente de Vanderlei, ele tentou dar um toque por cobertura. Aí, o goleiro do Coritiba conseguiu tocar na bola e evitou o gol, mandando para a linha de fundo.

Depois, já nos acréscimos do primeiro tempo, o São Paulo voltou a levar bastante perigo ao Coritiba. Dessa vez, o atacante Luis Fabiano aproveitou uma sobra dentro da área, após cobrança de escanteio, e chutou forte. A bola, porém, foi na direção do goleiro Vanderlei, que fez boa defesa e evitou o gol são-paulino.

O Coritiba, por sua vez, pouco ameaçou o goleiro Rogério Ceni no primeiro tempo. A estratégia foi arriscar chutes de longe, principalmente com o volante Léo Gago, sem sucesso. Na segunda etapa, o São Paulo voltou sem o jovem astro Lucas, que vive má fase e foi substituído por Marlos. Mas o panorama do jogo foi o mesmo.

Enquanto o Coritiba tentava encaixar um contra-ataque, o São Paulo criava as melhores chances, mas falhava na hora de concluir. Aos sete minutos, por exemplo, Marlos chutou forte de fora da área e, no rebote de Vanderlei, Juan desperdiçou outra oportunidade. Aos 11, foi a vez de Cícero parar no goleiro adversário.

Mesmo apostando nos contra-ataques, o Coritiba também criou algumas chances de gol, como na cobrança de falta de Marcos Aurélio, aos 15 minutos, que assustou Rogério Ceni. Do outro lado, o São Paulo quase marcou aos 19, mas Vanderlei voltou a fazer uma boa defesa, agora em chute cruzado de Luis Fabiano.

Milton Cruz ainda tentou mexer na equipe, com as entradas de Jean e Fernandinho nos lugares de Casemiro e Cícero, mas não mudou muito a situação são-paulina. Nos minutos finais, até criou boas chances, com Dagoberto e Marlos, mas parou novamente nas defesas do goleiro Vanderlei. Assim, falhando sempre na hora de concluir as jogadas, o São Paulo acabou empatando em casa, viu aumentar o jejum de vitórias no Brasileirão e deixou o campo sob vaias da sua torcida.

FICHA TÉCNICA:

São Paulo 0 x 0 Coritiba

São Paulo – Rogério Ceni; Piris, João Filipe, Rhodolfo e Juan; Wellington, Casemiro (Jean), Cícero (Fernandinho) e Lucas (Marlos); Dagoberto e Luis Fabiano. Técnico: Milton Cruz (interino).

Coritiba – Vanderlei; Jonas, Jéci, Emerson e Lucas Mendes; Willian, Léo Gago, Everton Costa (Davi) e Rafinha; Marcos Aurélio (Anderson Aquino) e Bill (Leonardo). Técnico: Marcelo Oliveira.

Árbitro – Jailson Macedo Freitas (BA).

Cartões amarelos – Willian, Everton Costa, Rafinha, Leonardo e Dagoberto.

Renda – R$ 352.044,00.

Público – 14.298 pagantes.

Local – Estádio do Morumbi, em São Paulo.