Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

São Paulo aposta na pressão para bater o Internacional

Por Da Redação 12 out 2011, 07h24

Por Bruno Deiro

São Paulo – Na briga pela liderança do Campeonato Brasileiro, o São Paulo acumula tropeços em casa contra seus principais concorrentes. Nesta quarta-feira, às 16 horas, na Arena Barueri, pela 29.ª rodada, enfrenta o embalado Internacional para provar, diante de sua torcida, que pode se impor contra um rival da parte de cima da tabela de classificação.

Como mandante, o São Paulo ficou no 0 a 0 com o líder Corinthians e foi derrotado pelos quatro cariocas (Vasco, Flamengo, Botafogo e Fluminense). A mudança para a Arena Barueri, por conta do show de Eric Clapton no Morumbi, traz esperança de o time encerrar a série de quatro rodadas sem vencer no Brasileirão. A confiança está no retrospecto: em cinco partidas neste ano no estádio, o São Paulo venceu quatro e sofreu apenas uma derrota.

“Temos de fazer da Arena Barueri a nossa casa, é com esse pensamento que vamos para o jogo”, disse o lateral-esquerdo Juan, que ressaltou a vantagem de atuar em um palco menor. “O Morumbi é grande e a torcida vem comparecendo. Creio que na Arena vão nos ajudar ainda mais, estando mais perto”.

Além de encerrar a série ruim, uma boa vitória sobre o Internacional é fundamental para afastar as insistentes críticas ao trabalho do técnico Adilson Batista. A dez rodadas do fim do Brasileirão, vencer o rival gaúcho pode ser uma das últimas oportunidades de iniciar a arrancada para o título – em 2008, o time também estava 4 pontos atrás do líder na 28.ª rodada e conseguiu levantar a taça. “Não vai ser um jogo fácil, a equipe do Inter realmente tem muita qualidade. Uma vitória sobre eles nos dará confiança e ânimo para a gente na briga pelo titulo”, afirmou Juan.

O volante Wellington, que retorna à equipe após cumprir suspensão no empate com o Cruzeiro (3 a 3), diz que o São Paulo tem de apagar o mau retrospecto em casa contra os rivais diretos. Com chance de voltar ao time titular, no lugar de Lucas, Rivaldo vê a chance de o São Paulo diminuir a concorrência. “Se vencermos o Inter, poderemos estar eliminado uma concorrente direto pelo título”.

Além de Lucas, Adilson Batista perdeu o lateral-direito Piris para a seleção paraguaia e o volante Denilson, suspenso. O técnico manteve o mistério durante a semana, mas deve manter Casemiro no banco e iniciar com Rivaldo. Nos outros setores, Wellington ocupará o lugar de Denilson e Jean deve ser mantido na direita, em uma formação semelhante à que empatou com o Cruzeiro, em Minas Gerais.

Continua após a publicidade

Publicidade