Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

São José vence Flamengo e faz final inédita contra Brasília

Por Da Redação - 27 maio 2012, 20h52

O ginásio Lineu de Moura realmente jogou a favor do São José neste domingo e o time da casa conseguiu derrotar o Flamengo pelo placar de 106 a 90, fechando a série em 3 a 2. Com o resultado, a equipe do Vale do Paraíba vai a sua primeira final no NBB, na qual vai enfrentar o Brasília na busca pelo título. A equipe da capital federal eliminou, mais cedo, o Pinheiros.

A grande decisão do Novo Basquete Brasil será disputada no próximo sábado, em Mogi das Cruzes (SP).

O cestinha da partida foi o pivô Murilo, do São José, que saiu com 32 pontos e sete rebotes da partida. Já o armador Fúlvio contribuiu com mais 20 pontos e oito assistências. Do lado flamenguista, o ala Marcelinho, responsável por 28 pontos, e o pivô Kammerichs, com 20, foram os que mais brilharam.

Logo no início do jogo, Dedé, do São José, e Marcelinho, aacertaram uma bola de três para cada lado, dando indícios de que a partida seria quente. O time mandante se manteve na liderança por quase toda a etapa inicial, terminando o primeiro quarto com vantagem de dois pontos: 25 a 23.

Publicidade

No segundo quarto, o Flamengo conseguiu assumir a liderança do marcador após três lances livres de Marcelinho, fazendo 36 a 32. Mesmo com o susto, o São José conseguiu se controlar e, liderado por Fúlvio e Dedé, foram para os vestiários vencendo por sete pontos (54 a 47).

Na volta do intervalo, a equipe joseense voltou para o duelo impondo um forte ritmo sobre os cariocas e, sem maiores problemas, abriram 14 pontos de margem. A defesa do São José se portou bem em quadra e o time foi para o quarto final liderando o marcador com margem de 18 pontos (78 a 60).

Precisando de uma virada histórica para vencer e se classificar, os rubro-negros foram obrigados a forçar o jogo no quarto quarto. Mas, mesmo forte no ataque e liderado por Kammerichs, o São José soube administrar a partida e assegurar a vaga para a decisão inédita do torneio.

‘É muita emoção. Nós batemos o Flamengo, não qualquer equipe. Nós trabalhamos muito para chegar até aqui e tivemos o mérito de poder disputar o título. Fomos conquistando esse mérito degrau por degrau e, agora, vamos lutar mais ainda para nos tornarmos campeões’, declarou Fúlvio, um dos grandes nomes do confronto.

Publicidade

O cestinha Murilo também falou sobre a felicidade em disputar a final do NBB. ‘Vamos comemorar muito hoje, temos que comemorar, mas a partir de segunda a comemoração acaba para podermos focar somente na final e no nosso próximo adversário’, disse o pivô.

Do lado carioca, o que restou foi lamentar a não ida a mais uma final. Porém, mesmo com a eliminação, Caio Torres elogiou o ano do Flamengo. ‘Infelizmente, nossa classificação na quarta colocação nos atrapalhou um pouco, pois nas semifinais o fator casa é importante. Mas, no geral, tivemos uma boa temporada’, falou o pivô.

Publicidade