Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Santos vence por 5 a 0 e Neymar supera marca de Robinho

Com show no primeiro tempo, alvinegro massacra o Guaratinguetá na Vila

Por Da Redação 30 mar 2012, 02h33

Robinho marcou 94 gols em 213 jogos, enquanto Neymar fez os seus 95 em apenas 173 partidas

O Santos decidiu não poupar ninguém para o jogo desta quinta-feira na Vila Belmiro contra o tumultuado Guaratinguetá – que demitiu o técnico e está sendo comandado pelo gerente de futebol – e o resultado foi uma vitória fácil na Vila Belmiro, com grande atuação das estrelas alvinegras, especialmente a maior delas: Neymar.

O atacante comandou a goleada santista por 5 a 0 com três gols – dois de pênalti – e chegou à marca de 95 gols pelo clube da Vila Belmiro, superando outro ídolo recente do Santos, seu amigo Robinho, que tem 94. A diferença, no entanto, é que Neymar atingiu a expressiva marca em 173 jogos, enquanto o atacante do Milan fez os seus ao longo de 213 partidas.

Dessa forma, o camisa 11 caminha em direção a novos recordes. O próximo é se tornar o maior artilheiro do clube após a Era Pelé. No momento, o centroavante Serginho Chulapa e o ponta João Paulo dividem a honraria com 104 gols. Alguém duvida que Neymar chega lá?

O jogo – Logo aos 3 minutos de jogo, a estratégia defensiva do Guaratinguetá foi comprometida pelo passe errado de Jeovânio que deixou Neymar na cara do gol, livre para tocar na saída do goleiro e abrir o placar.

Continua após a publicidade

Com calma e habilidade, o Santos tocava a bola procurando espaços para ampliar a vantagem. Após jogada individual pela esquerda, Neymar cruzou e Borges marcou o segundo, de cabeça. O show continuou aos 36 minutos. O ataque santista tocou bonito dentro da área do Guaratinguetá e Ibson deixou de calcanhar para Juan fuzilar: 3 a 0.

No final, ainda deu tempo para Neymar deixar Ibson na cara do gol. Na hora da conclusão, o meia foi empurrado por Gercimar: pênalti e vermelho para o volante. O camisa 11 cobrou e anotou mais um.

Com um a menos, o time do interior se fechou e o Santos diminuiu o seu ímpeto ofensivo. O que parecia que se tornaria uma goleada histórica no segundo tempo, virou um festival de gols perdidos. Elano entrou em campo e atuou bem, mas o quinto gol só aconteceu no final da partida. Neymar, o melhor em campo, sofreu a falta dentro da área, cobrou e deu números finais ao jogo.

Com 33 pontos, o Santos volta ao quarto lugar na tabela e garante a classificação. Agora, o alvinegro enfrenta a Portuguesa domingo no Canindé, provavelmente com uma equipe reserva.

(Com Agência Estado)

Continua após a publicidade

Publicidade