Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Santos quer copiar o Barcelona

Presidente do clube discute com Muricy uma reformulação na base, para criar maneira de jogar com ofensividade, posse de bola e muitas trocas de posições

Por Da Redação 5 jan 2012, 09h05

A derrota para o Barcelona por 4 a 0, na final do Mundial de Clubes da Fifa do ano passado, no Japão, fez com que o presidente do Santos, Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, tomasse uma decisão: a partir de agora, a base do Santos vai trabalhar para conseguir ter o mesmo padrão de jogo do campeão mundial. “Descobri penosamente, ao vivo, que estávamos décadas atrasadas em relação a eles. Assim, Muricy Ramalho e eu estamos discutindo uma reformulação na base do Santos. Vamos copiar o modelo do Barcelona.”

Ribeiro disse que ver o Barcelona “jogar” foi uma surpresa. “Eu nunca tinha visto o Barcelona ao vivo no campo. A TV distorce e não permite ver com maior precisão alguns detalhes da partida.” O fato de o Barcelona ter entre seus titulares nove jogadores da base do clube fez com que o dirigente tomasse a decisão de uma mudança de filosofia: ele quer que o Santos crie nos próximos anos a sua maneira de jogar tal qual o Barcelona: com ofensividade, posse de bola e troca constante de posições.

O presidente do Santos citou a seleção da Holanda que disputou a Copa do Mundo de 1974 como a criadora de um sistema de jogo, adotado e aperfeiçoado pelos espanhois. “O Barcelona teve a humildade de ver o que estava sendo desenvolvido ali e comprou a ideia. Os holandeses inventaram a pólvora e os espanhóis a adquiriram, aperfeiçoaram.”

Para ele, o Barcelona é o exemplo a ser seguido no futebol mundial, para formar gerações vencedoras. “No Brasil, nós nos acostumamos a ter o artista principal do circo, e não pode ser assim. Perdemos a identidade do jogo coletivo. O futebol é coletivo e não de talentos individuais. É por essa razão que vamos promover uma reformulação na base. As revelações têm de subir quase preparadas para brilhar no profissional.”

(Com agência Gazeta Esportiva)

Continua após a publicidade
Publicidade