Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Santos não descarta ajuda de investidores para acertar contratações

Mesmo com dificuldades financeiras, o Santos tenta se mexer na busca por novas contratações. De olho no mercado argentino, no qual já manifestou interesse por Juan Martínez, Gino Peruzzi, Ariel Cabral e Augusto Fernandez, todos do Vélez Sarsfield, o Peixe tenta parcelar as compras destes atletas. Porém, como os clubes do país vizinho preferem negociações diretas, para fecharem o caixa do ano, a diretoria santista pode recorrer a ajuda de investidores.

Sem o auxílio da Teisa (Terceira Estrela Investimentos S.A), que resolveu não se colocar à disposição do clube, principalmente na transação com Martínez, a cúpula alvinegra pode pedir a ajuda de novos parceiros, dispostos a investir no futebol.

‘O investidor se interessa por jogadores mais jovens. Se contratam um de 26 ou 27 anos, ele joga três anos e a venda é muito mais difícil. Mas nunca deixamos de buscar novos investidores’, disse o gerente de futebol do clube, Nei Pandolfo.

Com poucos recursos econômicos para efetuar as contratações, o Santos também possui um ‘plano B’ caso não consiga reunir parceiros em suas futuras negociações: buscar empréstimo dos pagamentos junto a bancos, para depois ter o dinheiro descontado.

‘Essa parte dos valores é levada ao (departamento) financeiro do clube para eles definirem as negociações. O grau de envolvimento bancário, já é um segundo estágio. Essa situação toda é um pouco mais acima’, explicou o dirigente.

As tratativas pela contratação de Martínez, alvo principal dos santistas, está complicada, pelos altos valores colocados em discussão. O atacante possui multa rescisória de US$ 6 milhões (aproximadamente R$ 12 milhões), com 50% dos direitos econômicos pertencentes a ele e a outra metade ao Vélez. Juan Martínez até está disposto a abrir mão dos US$ 3 milhões (cerca de R$ 6 milhões) a que tem direito, para fechar negócio, mas o Peixe precisa chegar a um entendimento com o Fortín sobre a forma de pagamento da outra parte da transferência.

A necessidade de trazer novos atacantes se destaca pelas saídas de Alan Kardec, que retornou após empréstimo ao Benfica (Portugal), e do colombiano Renteria, que não teve o seu contrato renovado. Além disso, Borges está conversando com o Cruzeiro e também pode deixar a Vila Belmiro.

Outro fator que preocupa a direção e o técnico Muricy Ramalho é a ausência de Neymar durante o período em que irá servir a Seleção Brasileira, na disputa dos Jogos Olímpicos de Londres (Inglaterra). O goleiro Rafael e o meia Paulo Henique Ganso também devem desfalcar a equipe pela mesma razão. O trio pode ficar fora de sete a nove rodadas do Brasileirão. Com isso, fora o ataque, outros setores também poderão receber reforços.