Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Santos minimiza instabilidade e nega problemas para a disputa do Mundial

Por Da Redação 26 out 2011, 08h33

Com uma campanha irregular, o Santos é o décimo colocado do Campeonato Brasileiro, com 42 pontos, e está distante da briga pelo título nacional. Mas, apesar disso, os jogadores do Peixe não acreditam que a instabilidade apresentada pela equipe possa afetar a preparação ou diminuir a confiança santista para a disputa do Mundial de Clubes da Fifa, em dezembro, no Japão.

‘Instável no Brasileirão não foi só o Santos. Todos os clubes passaram por isso na competição. Quem estava em cima não teve estabilidade o tempo todo, também teve altos e baixos. Porém, sabemos que devemos melhorar em vários aspectos. O grupo está um pouco desgastado, retomando as forças, para voltar a jogar um bom futebol, com o intuito de desempenhar um bom trabalho no Mundial. Esse é o desejo de todos’, disse o volante Henrique.

Já o atacante Alan Kardec foi questionado se a torcida não poderia ficar receosa quanto à possibilidade de título alvinegro no Mundial, pois o time vem oscilando no segundo semestre deste ano, praticamente as vésperas do torneio – que contará com a participação do badalado Barcelona, da Espanha.

Para o centroavante, a instabilidade vivida pelo Santos na temporada é normal. ‘Essa oscilação existe e é natural que aconteça, por tudo o que a equipe conquistou no primeiro semestre. Não dá para manter o ritmo e, por isso, às vezes é normal que os resultados não sejam bons o tempo todo’, comentou.

Confiante no time da Vila Belmiro, Alan Kardec destacou que, pelos campeonatos vencidos nos dois últimos anos, a torcida pode acreditar em um bom desempenho santista no Mundial.

‘O trabalho está sendo feito e, por tudo o que o Santos venceu nos últimos anos, não tem razão maior para a confiança do torcedor na equipe do que isso. Por tudo o que o Santos ganhou nesses anos (2010 e 2011) e pelo trabalho que tem sido realizado pelo elenco e comissão técnica, a torcida tem que ter total confiança de que podemos ganhar’, encerrou.

Nas duas últimas temporadas, o Peixe acumulou dois títulos paulistas, um da Copa do Brasil, no ano passado, e o da Copa Libertadores da América, neste ano.

Continua após a publicidade
Publicidade