Clique e assine com até 92% de desconto

Santos joga mal e empata com o Coritiba fora de casa

Os dois times continuam sem marcar pontos no Campeonato Brasileiro 2014

Por Da Redação 26 abr 2014, 21h16

Em um jogo tecnicamente fraco, Santos e Coritiba empataram em 0 a 0 no estádio Major Antônio Couto Pereira, em Curitiba (PR), neste sábado. As emoções ficaram guardadas para alguns lances isolados somente no final do segundo tempo. Coritiba e Santos continuam sem marcar pontos no Campeonato Brasileiro 2014.

A partida começou confusa, com jogadores dos dois times saindo de campo lesionados logo nas primeiras movimentações. Um deles foi Júlio César, do Coritiba, que foi substituído por Jajá.

O Coritiba começou uma pequena pressão contra o time adversário, embalado pela torcida. Aos 11 minutos, Chico desviou após cobrança de escanteio e Aranha fez boa defesa. Aos 14 minutos, Zé Love deixou a marcação para trás e arrematou para intervenção de Aranha. Na sobra, Robinho foi travado na hora do chute. Aos 18 minutos, foi a vez de Leandro Almeida desviar na área e ver a bola correr por toda a extensão, sem entrar.

Robinho teve uma boa chance em cobrança de falta na entrada da área, aos 29 minutos, mas a defesa afastou pela linha de fundo. Em um raro ataque de qualidade, o Peixe representou perigo na área adversária aos 39 minutos, com Gabriel, que deixou dois defensores para trás e arrematou para fora. Em seguida, o panorama da partida pouco mudou, com o Coritiba mais ativo, mas sem criatividade no ataque.

O que faltou de técnica durante toda a partida, quase foi compensado aos 30 minutos, com Geraldo, que acertou um lindo chute de primeira após lançamento de Jajá. Aos 39 minutos, Jajá serviu e Zé Love, de bicicleta, mandou na trave, perdendo a grande chance da partida. Zé Love não desistia, e aos 42 minutos tentou duas vezes antes de ser travada.

Na próxima rodada, o Coritiba volta a campo no sábado, quando encara o São Paulo, no Estádio do Morumbi, a capital paulista. Já o Santos recebe no mesmo dia o Grêmio, na Vila Belmiro.

(Com Gazeta Press)

Continua após a publicidade
Publicidade