Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Santos comemora os nove anos do título brasileiro que encerrou jejum

Com 36 anos de idade, o lateral esquerdo Léo é o jogador mais experiente do atual elenco do Santos e possui momentos marcantes em suas duas passagens pelo Peixe. Um deles aconteceu no dia 15 de dezembro de 2002, que é sempre lembrado de forma especial pelo ala.

Foi nesta data que o veterano lateral ajudou os santistas a vencerem o Corinthians, por 3 a 2, no Morumbi, na partida que valeu ao clube a conquista do Brasileirão daquela temporada e o fim de um jejum de 18 anos sem títulos importantes.

‘Eu sempre digo que aquele foi o jogo mais marcante da minha vida. Estava no Santos há dois anos e meio e sabia o que a torcida tinha que aguentar dos rivais porque estava há 18 anos sem uma conquista importante’, relembrou Léo.

Feliz por comemorar os nove anos desse título, no qual despontaram talentos importantes para o futebol brasileiro, como o meia Diego e o atacante Robinho, o camisa 3 alvinegro também falou sobre outro fato marcante daquela conquista.

Naquela decisão, Léo marcou o terceiro gol do Santos, considerado o tento do título brasileiro de 2002. ‘O fato de ter feito o gol da vitória, já nos acréscimos do segundo tempo, deixou tudo aquilo ainda mais inesquecível.’

Em meio a disputa do Mundial de Clubes da Fifa, no Japão, o experiente lateral ainda revelou que, para ele, o Brasileirão de 2002 é o seu título mais marcante no Peixe. ‘Toda conquista é muito importante e a da Libertadores deste ano foi sensacional. Aliás, graças à ela é que estamos aqui no Japão agora buscando o tri do Mundial. Mas, pelo momento que o Santos vivia e pelas circunstâncias da decisão, contra o maior rival, posso garantir que aquele título foi o mais saboroso de todos.’

Léo foi reserva na semifinal do Mundial contra o Kashiwa Reysol, do Japão, nesta quarta-feira, em Toyota, e pode ser uma das surpresas do técnico Muricy Ramalho para a decisão do torneio, contra o Barcelona, no próximo domingo, em Yokohama.