Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Santos bate Palmeiras em ‘prévia’ da final da Copa do Brasil

Jogando na Vila Belmiro, equipe do litoral vence por 2 a 1 e se mantém na quarta colocação do Brasileirão. Palmeiras cai para nono

Santos e Palmeiras fizeram um “ensaio” para a final da Copa do Brasil neste domingo e a equipe do litoral levou a melhor. Em clássico válido pela 33ª rodada do Brasileirão, o Santos venceu por 2 a 1 na Vila Belmiro e se manteve com 100% de aproveitamento em seu estádio desde a chegada do técnico Dorival Júnior, em julho. De quebra, o Santos abriu vantagem sobre o rival na disputa pelo G4: é o quarto colocado com 53 a pontos, enquanto o Palmeiras caiu para nono, com 48.

Os gols do Santos foram marcados por Thiago Maia e Ricardo Oliveira, e Dudu descontou para Palmeiras já perto do fim. Os dois times se reencontrarão na decisão da Copa do Brasil. O jogo de ida acontece na Vila, em 25 de novembro, e a grande decisão está marcada para 2 de dezembro, no Allianz Parque. Santos e Palmeiras já decidiram a final do Paulistão deste ano, com vitória santista nos pênaltis.

Corinthians vence Atlético em ‘final antecipada’ e fica a um passo do hexa

O jogo – O primeiro gol do Santos saiu aos 26 minutos em bela jogada coletiva: Lucas Lima abriu a jogada na ponta esquerda, Ricardo Oliveira fez belo corta-luz, e Zeca, livre cruzou para Thiago Maia finalizar forte da entrada da área, sem chances para Fernando Prass.

Em um pequeno aperitivo do clima de decisão pela Copa do Brasil, o jogo teve uma pequena confusão. Em um contragolpe do Palmeiras, Daniel Guedes ficou caído e Dudu deu sequência ao lance, que terminou com chute de Matheus Salles no travessão. O Santos reclamou de falta de fair play e os atletas discutiram no gramado.

Antes do intervalo, duas chances incríveis foram perdidas, uma para cada lado. Aos 47, Gabriel Jesus recebeu lançamento de Vitor Hugo e tocou para Robinho, que, em boa posição, bateu por cima do gol. Logo depois, Gabriel recebeu em profundidade, invadiu a área, driblou Fernando Prass e bateu, mas Vitor Hugo salvou em cima da linha. No rebote, “Gabigol” tinha o gol livre para marcar, mas bateu na rede pelo lado de fora.

Leia também:

Torcedor do Fluminense passa mal na arena e morre. Palmeiras nega negligência

Herói palmeirense comemora aniversário dos filhos no vestiário

Futebol paulista recupera hegemonia nacional em 2015

Ricardo Oliveira, no entanto, não perdeu a primeira chance da segunda etapa. O artilheiro do Brasileirão recebeu cruzamento da esquerda de Gabriel, fugiu da marcação e ficou completamente livre na segunda trave para cabecear para o gol.

A falta de criatividade e o excesso de chutões do Palmeiras se repetiu em boa parte do clássico na Vila e Fernando Prass teve que evitar o pior. Aos 11 minutos, o goleiro saiu bem do gol para interceptar lançamento que deixaria Marquinhos Gabriel livre para ampliar.

Já perto do fim, o Palmeiras retomou o controle da bola e conseguiu descontar. Aos 29 minutos, Dudu aproveitou confusão na área santista, tabelou com Barrios e bateu para diminuir a vantagem santista. Os visitantes buscaram o empate com a entrada do talismã Cristaldo, mas o argentino foi expulso aos 45 minutos por agressão a Gustavo Henrique. Na próxima rodada, o Palmeiras enfrenta o Vasco, em São Paulo, e o Santos visita o Joinville.

(com Gazeta Press)