Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Sandro Silva aprova estreia pela Raposa, mas ainda não será titular

O volante Sandro Silva, que estreou com a camisa do Cruzeiro na partida contra o Flamengo, ficou satisfeito com a atuação que teve. O jogador que ainda está sem ritmo de jogo, teve pouco tempo de treinamento com os novos companheiros, mas afirma que se colocou à disposição do treinador celeste para ajudar o clube e que a participação no jogo serviu para adquirir entrosamento.

‘Estava sem jogar desde que saí do Inter. Mas, mesmo com os poucos dias de treinamento aqui no clube, fiz questão de me colocar à disposição para ajudar o grupo e colaborar com o Celso no tempo que ele achasse necessário. Atuei cerca de 20 minutos e já deu para conhecer melhor os companheiros. O mais importante foi termos conquistado os três pontos numa partida difícil, o que nos deixa na parte de cima da tabela’, declarou.

De volta ao Brasil há quase um ano, Sandro Silva defendia o Inter desde agosto de 2011. Na atual temporada, fez 21 apresentações e faturou o título gaúcho pelo Colorado até acertar a transferência para a Raposa. Apresentado com a camisa celeste na última terça-feira, o volante de 28 anos prevê novas oportunidades na sequência do Brasileiro.

‘Vou buscar meu espaço, claro que sempre respeitando os demais jogadores. Nosso grupo tem muita gente de qualidade nesta posição, então acredito numa disputa positiva e saudável. Essas opções contam bastante nos pontos corridos. Para a próxima rodada, por exemplo, não teremos o Charles, suspenso. Se eu tiver a chance de começar, vou dar o melhor. A evolução acontece naturalmente, com os treinos e o entrosamento que a gente vai pegando na sequência’, disse.

Apesar da vontade de Sandro Silva de começar o jogo contra o Corinthians na próxima quarta-feira, o técnico Celso Roth já declarou que não pretende usar o atleta desde o inicio. ‘Se não estivesse em condição boa, não estaria nem no banco. Mas, para iniciar, precisa um pouquinho mais. Se fosse menino, a gente até entenderia, mas o Sandro não é, é um jogador experiente’, afirmou Roth.