Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Sanchez anuncia CT para a base e já vislumbra intercâmbio com a China

O presidente Andrés Sanchez tentou reparar aquele que considerou o maior erro de sua gestão. No último dia de mandato (sairá de licença a partir desta quinta-feira), ele anunciou o início da construção de um centro de treinamento para as categorias de base do clube, anexo ao local de trabalho do time profissional, no Parque Ecológico do Tietê.

‘Assinei isso ontem [quarta-feira]. Será um alojamento para 130 atletas, com 10.000 metros de área construída, cinco campos, mini-estádio para 2.000 pessoas… Espero que esteja pronto em até um ano e meio. Também terá espaço para intercâmbio de atletas, se possível vindos da China’, almejou Sanchez.

Atingir o mercado chinês é um sonho antigo do departamento de marketing do Corinthians. Em julho, o diretor Luis Paulo Rosenberg chegou a revelar que o clube estava interessado na contratação de ‘um moleque da seleção chinesa’. A negociação não vingou.

Com um CT para a base integrado a outros países, a maior intenção do Corinthians é voltar a revelar jogadores para o seu elenco profissional. As categorias inferiores acabaram desprestigiadas no mandato de Andrés Sanchez. Com a construção do estádio em Itaquera, na Zona Leste, o centro de treinamento situado ali ficou desativado.’É óbvio que não demos a devida atenção à base, mas essa será uma das prioridades da próxima gestão. Queremos fazer uma garimpagem grande, já que deixamos a desejar nos últimos anos’, reconheceu novamente Sanchez.