Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Sampaio garante: diretoria ouviu e entendeu o protesto da torcida

Cerca de 500 torcedores do Palmeiras protestaram contra dirigentes e jogadores em frente ao portão da Academia de Futebol, nesta quarta-feira. A maior bronca dos fanáticos, sobre a falta de reforços para 2012, foi compreendida pela diretoria. Quem garante é o gerente de futebol César Sampaio.

‘A gente entende. O que nós pedíamos, e graças a Deus conseguimos, era que tudo fosse feito sem violência. Eu e a maioria dos dirigentes estávamos na sala, ouvimos e entendemos bem a mensagem. O que eles querem nós também queremos. Não deu para atender até o momento, mas temos um tempo até o início da competição para que os tão esperados reforços possam vir’, declarou o ex-volante, que apontou os altos valores pedidos pelos atletas pretendidos como maior empecilho.

O Verdão esteve bem perto de acertar com Edson Silva (foi para o São Paulo), Wagner (Fluminense), Jonas (Santos) e Marcelo Moreno (Grêmio), mas por enquanto apenas o lateral esquerdo Juninho, ex-Figueirense, foi anunciado. O dirigente garante que tem negociações em andamento, mas acredita que o grupo atual pode fazer um bom papel no Campeonato Paulista.

‘O elenco que começou o Brasileiro do ano passado era promissor e começou bem, mas houve problemas de contusão e de relacionamento. Não existe uma fórmula para montar time. Nós terminamos a competição jogando bem, empatamos com o campeão e com o vice, jogando até melhor contra o Corinthians’.

O primeiro compromisso do time de Luiz Felipe Scolari nesta temporada é um amistoso contra o Ajax, da Holanda, marcado para o dia 14 de janeiro, no Pacaembu. A estreia pelo Campeonato Paulista será no dia 22, contra o Bragantino, fora de casa.