Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Brasil e Argentina se enfrentam no basquete masculino

Capitães das duas equipe pedem por 'espírito olímpico' à torcida

As equipes de baquete masculino de Brasil e Argentina estão em quadra na Arena Cariona, no Rio. Ao fim do primeiro tempo os brasileiros venciam por 52 a 44. A seleção brasileira teve um desempenho muito bom no segundo quarto do jogo. Foram 33 pontos.

Leia mais:
Alison e Bruno vão às quartas de final após derrotar espanhóis

Marcelinho Huertas e Luis Scola, capitães das seleções brasileira e argentina, bem que tentaram falar em espírito olímpico antes do duelo, mas na torcida os ânimos continuaram acirrados. Assim que Huertas acabou de falar, Scola ouviu vaias e alguns xingamentos enquanto fazia a sua parte na declaração de paz. “Somos irmãos latino-americanos e contamos com vocês para que tenhamos uma celebração inesquecível e no espírito olímpico”, disse o capitão do Brasil, que depois passou o microfone à Scola, o que deu início às vaias.

A fala do capitão da Argentina foi bastante abafada pelas vaias na arena. No momento da execução do hino dos países, os argentinos cantaram com firmeza e só foi possível ouvir vaias, com menor intensidade, depois que o hino terminou.

Durante o jogo, a torcida brasileira seguiu dando apoio ao time – e vaiando as jogadas adversárias. As vaias não são exclusividade do basquete e têm sido ouvidas em outros esportes coletivos, lutas e também contra notas de jurados em outras modalidades.