Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Russa que expôs esquema de doping diz temer pela vida

Yulia Stepanova e seu marido fugiram para os Estados Unidos depois do escândalo. "Se algo acontecer conosco, não será um acidente"

A corredora russa Yulia Stepanova, que ajudou a expor um sistema de doping apoiado pelo Estado em seu país, disse que teme pela vida. Proibida de disputar os Jogos no Brasil, a atleta deixou a Rússia para se exilar nos Estados Unidos com o marido Vitaly, uma ex-autoridade do antidoping russo. Em videoconferência com jornalistas, Stepanova disse ter sido forçada a se mudar depois que hackers tentaram descobrir seu paradeiro. “Se algo acontecer conosco, não será um acidente”, avisou.

Leia também:
Tribunal confirma: atletismo russo está fora da Rio-2016
Isinbayeva detona ‘funeral’ do atletismo: ‘ Puramente político’

Rússia acusa EUA de conspiração

A Agência Mundial Antidoping afirmou no sábado que a conta online para controle de doping de Yulia Stepanova havia sido acessada de forma ilegal. “A única razão para alguém se infiltrar nessa conta é para encontrar a minha localização exata. Decidimos que seria mais seguro se nos mudássemos”, completou a atleta de 30 anos, que jamais obteve resultados de grande destaque na carreira.

O escândalo de doping revelado com seu auxílio custou o lugar na Olimpíada do Rio de mais de cem atletas russos. Yulia Stepanova fugiu para os Estados Unidos depois de fornecer evidências de que o governo da Rússia facilitou por anos um esquema amplo de irregularidades em quase todos os esportes olímpicos.

(com agência Reuters)