Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Rubinho tem 1 oval em Indianápolis e Fittipaldi crê em adaptação

Por Da Redação - 27 maio 2012, 05h02

O brasileiro Emerson Fittipaldi migrou da Fórmula 1 para a Indy de maneira bem sucedida nos anos 1980. Experiente, ele aposta na adaptação de Rubens Barrichello aos circuitos ovais da categoria norte-americana e verá a estreia do piloto da KV em pistas neste formato nas 500 Milhas de Indianápolis, a partir das 13 horas (de Brasília) deste domingo.

‘Com os carros na velocidade que andam, do meio do pelotão para trás existe um ar muito sujo, que tira o efeito do aerofólio, e os carros vão balançando muito. Eu acho que essa é a dificuldade que o Rubinho terá que superar. Mas ele tem experiência, tem cabeça. É questão de tempo’, afirmou.

Campeão mundial na Fórmula 1 nas temporadas de 1972 e 1974, Fittipaldi iniciou sua trajetória na Indy em 1984. Ele venceu as tradicionais 500 Milhas de Indianápolis em 1989, mesmo ano em que conquistou o título da categoria. Em 1993, repetiu o triunfo na prova.

Na visão de Emerson Fittipaldi, a principal dificuldade de Rubens Barrichello será andar no vácuo. ‘Com os trinta carros juntos, existe uma turbulência muito grande e você tem que se acostumar com aquilo lá’, explicou o bicampeão das 500 Milhas de Indianápolis.Antes de aceitar o convite do amigo Tony Kanaan para competir na Indy, Rubens Barrichello disputou 19 temporadas na Fórmula 1. De 2000 a 2007, a categoria passou pelos Estados Unidos em um circuito misto armado em Indianápolis, e o brasileiro venceu a edição de 2002, pela Ferrari.

Publicidade

Para Fittipaldi, outro desafio de Barrichello na corrida deste domingo será administrar combustível. ‘Poupar combustível pode ser positivo ou negativo, de acordo com o momento da corrida, porque os outros podem estar em maiores dificuldades do que você. Tem que ver na hora’, explicou.

TRIBUTO A DAN WHELDON

Ganhador da edição do ano passado das 500 Milhas de Indianápolis, o norte-americano Dan Wheldon sofreu um acidente fatal na etapa de Las Vegas da Indy-2011. Desta forma, a prova deste domingo será marcada pela ausência do atual campeão.

Na última quinta-feira, Susie Wheldon, viúva do piloto, foi presenteada com o anel alusivo à vitória do marido no ano passado. Jeff Belskus e Ken Keltner of Herff Jones, diretores do circuito, entregaram a joia.

Publicidade

Bicampeão das 500 Milhas de Indianápolis, Wheldon ainda conquistou a edição de 2005 do campeonato. Após o acidente, o número de ovais no calendário diminuiu e os carros foram deixados mais lentos.

Com mais dificuldades do que esperava em sua adaptação á Fórmula Indy, Barrichello terminou entre os 10 primeiros colocados as três últimas etapas do campeonato. No treino classificatório em Indianápolis, o brasileiro conseguiu a 10colocação – no total, 33 pilotos disputarão a corrida.

A pole position da edição de 2012 das 500 Milhas ficou com o australiano Ryan Briscoe (Peske). O canadense James Hinchcliffe (Andretti) e o norte-americano Ryan Hunter-Reay (Andretti) completam as três primeiras colocações do grid de largada da corrida.

O melhor brasileiro no treino classificatório Hélio Castroneves (Penske), sexto colocado, uma posição atrás do australiano Will Power (Penske), líder do campeonato. Companheiro de Rubens Barrichello na KV, Tony Kanaan larga na nona colocação. Em sua segunda prova na temporada, Bia Figueiredo (Andretti) parte no 13posto.

Publicidade

Um dos destaques da corrida deste domingo é a presença do francês Jean Alesi. Aos 47 anos, o piloto que passou 13 temporadas na Fórmula 1, algumas ao lado de Barrichello, se classificou na última posição do grid de largada pela pequena equipe Fan Force United.

Confira o grid de largada das 500 Milhas de Indianápolis:

1: Ryan Briscoe (AUS/Penske)

2: James Hinchcliffe (CAN/Andretti)

Publicidade

3: Ryan Hunter-Reay (EUA/Andretti)

4: Marco Andretti (EUA/Andretti)

5: Will Power (AUS/Penske)

6: Hélio Castroneves (BRA/Penske)

Publicidade

7: Josef Newgarden (EUA/Fisher Hartman)

8: Ernesto Viso (VEN/KV)

9: Tony Kanaan (BRA/KV)

10: Rubens Barrichello (BRA/KV)

Publicidade

11: Alex Tagliani (CAN/BHA)

12: Graham Rahal (EUA/Chip Ganassi)

13: Bia Figueiredo (BRA/Andretti)

14: Charlie Kimball (EUA/Chip Ganassi)

Publicidade

15: Scott Dixon (NZL/Chip Ganassi)

16: Dario Franchitti (ESC/Chip Ganassi)

17: James Jakes (ING/Dale Coyne)

18: J. R. Hildebrand (EUA/Panther)

Publicidade

19: Takuma Sato (JAP/Rahal Letterman)

20: Townsend Bell (EUA/Schmidt Hamilton)

21: Justin Wilson (ING/Dale Coyne)

22: Michel Jourdain Jr. (MEX/Rahal Letterman)

Publicidade

23: Simon Pagenaud (FRA/Schmidt Hamilton)

24: Sebastián Saavedra (COL/AFS Andretti)

25: Sébastien Bourdais (FRA/Dragon)

26: Wade Cunningham (NZL/A. J. Foyt)

Publicidade

27: Oriol Servià (ESP/DRR Panther)

28: Ed Carpenter (EUA/Carpenter)

29: Mike Conway (ING/A. J. Foyt)

30: Katherine Legge (ING/Dragon)

Publicidade

31: Bryan Clauson (EUA/Fisher Hartman)

32: Simona de Silvestro (SUI/HVM)

33: Jean Alesi (FRA/Fan Force United)

Publicidade