Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Rubinho organiza corrida de rali no Parque São Jorge

Por AE

São Paulo – O piloto Rubens Barrichello esteve no CT do Corinthians nesta terça-feira para lançar seu novo projeto, o Rally de São Paulo. Trata-se de uma corrida que acontecerá nos dias 17 e 18 de dezembro, no Parque São Jorge, e promete contar com alguns dos principais nomes do automobilismo brasileiro.

“O Rally vai dar uma perspectiva importante para o automobilismo nacional. Gostei do projeto. A pista não é enorme, serão 16 pilotos. Quero trazer os melhores de todas as categorias nacionais. Tem gente que pode e tem gente que não pode, por isso o primeiro evento será uma experiência, com gente famosa”, declarou.

Barrichello demonstrou animação com o projeto, do qual é padrinho, e aproveitou sua vasta experiência como piloto para convidar algumas estrelas do automobilismo. Lucas di Grassi, que atuou em 2010 na Fórmula 1, está confirmado. Thiago Camilo, Nelsinho Piquet, Tony Kanaan e Hélio Castroneves devem ser convidados, enquanto Felipe Massa e Cacá Bueno já foram descartados. Os 13 mil ingressos para a prova começarão a ser vendidos nesta quarta, mas os preços ainda não foram divulgados.

“Queremos que o público possa interagir mais, como se fosse um jogo de futebol, ainda mais no Corinthians. Será legal e muito lindo. Quero dar a chance de o público participar, quero que seja um evento duradouro e mostre que a gente quer abrilhantar”, disse Rubinho.

Corintiano fanático, o piloto terá o clube de coração como parceiro neste novo projeto. Assim, o local não poderia ser mais apropriado do que o Parque São Jorge, onde está localizada a “Fazendinha”, estádio oficial da equipe, mas que cada vez mais deixa de ser utilizada para o futebol. Atualmente, a equipe treina no CT Joaquim Grava, no Parque Ecológico.

Durante o evento de lançamento do rali, Barrichello só evitou comentar sobre seu futuro na Fórmula 1. Como seu contrato com a Williams encerra-se neste final de ano, ele ainda não sabe se permanecerá na categoria. Para piorar, a Renault, que aparecia como um de seus possíveis destinos, anunciou nesta terça-feira a contratação de Kimi Raikkonen para a próxima temporada.

“Me pegou de surpresa”, admitiu Barrichello, sobre o anúncio. “Muito se foi divulgado, e hoje (terça) o anúncio do Kimi (Raikkonen) mostra que as coisas acontecem muito por trás das cortinas. Estou contente com aquilo que está acontecendo e minha vontade é de continuar lá (na F1) ano que vem”, completou.