Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Rubinho confia em permanência na Williams para 2012

Por Da Redação 10 nov 2011, 12h11

Por AE

Abu Dabi – Sem contrato a partir do final de 2011, o brasileiro Rubens Barrichello confia que permanecerá na Williams para a próxima temporada. Apesar do desempenho irregular no Mundial de Pilotos deste ano e dos boatos sobre uma possível contratação do finlandês Kimi Raikkonen para o seu lugar, ele disse acreditar no que foi dito pela sua equipe para permanecer mais um ano na Fórmula 1.

“Há muita conversa, mas eu acredito neles (dirigentes da Williams) e que estão falando a verdade pra mim. E a verdade é que os rumores são muito maiores do que a realidade”, declarou Rubinho, em entrevista nesta quinta-feira, em Abu Dabi. “Preciso esperar e acreditar. E, quando for conversar, olhar nos olhos das pessoas. Acredito que estão falando a verdade para mim”, completou.

As especulações sobre a possível contratação de Raikkonen para o lugar de Barrichello aumentaram quando um dos acionistas da Williams, Christian Wolff, revelou que o piloto finlandês estava pensando em voltar à Fórmula 1. Campeão mundial em 2007 – deixou a categoria em 2009 -, Raikkonen ainda não comentou sobre o possível retorno.

“Para ser honesto, nunca converso com o Kimi (Raikkonen). Mesmo quando ele estava na Fórmula 1, nunca falava comigo. Acho que ele teve algumas breves conversas com a equipe. Não posso falar nada de mal do Kimi, ou de qualquer um. Acho que tudo pode acontecer, só espero que eu seja a melhor opção”, afirmou Rubinho.

Aos 39 anos, o veterano piloto brasileiro é apenas o 17º colocado nesta temporada, com quatro pontos somados, e precisa mostrar serviço nas últimas duas provas do calendário se quiser convencer a Williams a renovar seu contrato. A primeira chance será neste domingo, no GP de Abu Dabi – depois, ainda haverá a prova no Brasil.

Continua após a publicidade
Publicidade