Clique e assine com até 92% de desconto

Rosberg vence de ponta a ponta em Baku e volta a respirar no Mundial

Por Da Redação 19 jun 2016, 13h29

O alemão Nico Rosberg voltou a respirar com tranquilidade na liderança do Campeonato Mundial de Fórmula 1. O piloto da Mercedes venceu o Grande Prêmio da Europa neste domingo, sem sofrer ameaças, nas 51 voltas que completou, na estreia do circuito de Baku no calendário da categoria.

Rosberg largou da ponta no Azerbaijão sem a sombra de Lewis Hamilton, seu companheiro de equipe Mercedes, e não teve problemas para impor domínio sobre o pelotão. Não perdeu a ponta da corrida nem quando foi aos boxes para trocar pneus.

A segunda colocação foi do alemão Sebastian Vettel, com Sergio Pérez na terceira colocação. O mexicano da Force India coroou um fim de semana de grande atuação no Azerbaijão, ultrapassando Kimi Raikkonen na volta final de prova para confirmar seu lugar no pódio.

O líder do Mundial também pode comemorar a quinta colocação de Hamilton, em Baku. O britânico venceu as duas etapas anteriores do calendário e se aproximava de Rosberg na classificação, mas teve um fim de semana difícil. Bateu no treino classificatório e largou em décimo. Na corrida também não encontrou bom ritmo e foi o quinto a receber a bandeira quadriculada.

Valtteri Bottas foi o sexto colocado, seguido por Daniel Ricciardo, Max Verstappen e Nico Hulkenberg. O brasileiro Felipe Massa, que largou em quinto, completou a zona de pontuação ao encerrar a prova em décimo. Felipe Nasr foi o 12º.

Com a vitória deste domingo, Rosberg chega a 141 pontos ganhos no Mundial, com 24 de frente para o segundo colocado Hamilton – antes deste domingo a vantagem era de apenas nove pontos. Felipe Massa soma 38. A próxima prova do calendário é o Grande Prêmio da Áustria, em 3 de julho.

O temor de um acidente logo no início da corrida fez os pilotos da Fórmula 1 adotarem postura cautelosa na largada. Massa perdeu posição para o mexicano Sergio Pérez e caiu para a sexta colocação. Lewis Hamilton, que começou em décimo, não tentou manobras arriscadas para ganhar posição, apostando na força do motor da Mercedes para realizar ultrapassagens ao longo da prova.

O bom desempenho do carro da montadora alemã permitiu a Nico Rosberg abrir sete segundos de frente para o restante do pelotão com apenas cinco voltas no circuito de rua de Baku. No sétimo giro, os dois pilotos da Red Bull já tinham ido aos boxes, com problemas de rendimento – Daniel Ricciardo perdera o segundo posto para Sebastian Vettel.

Além das dificuldades de rotina de uma prova de Fórmula 1, os pilotos tiveram um problema inesperado neste domingo. Pedaços de plástico foram levados à pista pelo vento e se enroscaram em alguns carros.

Felipe Massa também parou na oitava volta, trocando pneus supermacios pelos macios, movimento repetido por parte do grid em Baku. A maioria das equipes trabalhava com o plano de apenas uma parada na corrida, mas acabou mudando a estratégia por causa do desgaste dos compostos.

Na 20ª volta da corrida, Rosberg já tinha 21 segundos de frente para Vettel, em duas corridas praticamente solitárias. O líder da prova foi aos boxes no giro seguinte e retornou à pista ainda com tranquilidade na primeira colocação, demonstrando o domínio sobre o pelotão. Massa confirmou a estratégia de duas paradas para troca de pneus, ao voltar aos boxes no 29º giro, mas teve um restante de prova apagado.

A segunda metade da corrida em Baku teve brigas por posição praticamente apenas na parte de trás do pelotão. A emoção voltou nas três voltas finais, com a briga entre Sergio Pérez e Kimi Raikkonen. O mexicano, que já ganharia a terceira colocação por uma punição ao finlandês, resolveu garantir na pista a terceira colocação, ultrapassando o ferrarista no último giro.

Veja o resultado do GP da Europa de Fórmula 1:

1: Nico Rosberg (ALE/Mercedes)

2: Sebastian Vettel (ALE/Ferrari)

3: Sergio Pérez (MEX/Force India)

4: Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari)

5: Lewis Hamilton (ING/Mercedes)

Continua após a publicidade

6: Valtteri Bottas (FIN/Williams)

7: Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull)

8: Max Verstappen (HOL/Red Bull)

9: Nico Hulkenberg (ALE/Force India)

10: Felipe Massa (BRA/Williams)

11: Jenson Button (ING/McLaren)

12: Felipe Nasr (BRA/Sauber)

13: Romain Grosjean (FRA/Haas)

14: Kevin Magnussen (DIN/Renault)

15: Jolyon Palmer (ING/Renault)

16: Esteban Gutiérrez (MEX/Haas)

17: Marcus Ericsson (SUE/Sauber)

18: Rio Haryanto (INA/Manor)

Não completaram a prova:

Fernando Alonso (ESP/McLaren)

Pascal Wehrlein (ALE/Manor)

Carlos Sainz Jr. (ESP/Toro Rosso)

Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso)

(Com Gazeta Press)

Continua após a publicidade
Publicidade