Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Ronda Rousey troca UFC por telecatch: ‘Essa é minha vida agora’

Maior estrela do MMA feminino anunciou entrada no WWE

Por Da redação - 29 jan 2018, 11h24

A maior estrela da história do MMA feminino deixou o UFC. Ronda Rousey fez uma aparição surpresa em um evento da World Wrestling Entertainment (WWE) na Filadélfia neste domingo e confirmou que será uma lutadora oficial da principal categoria de wrestling profissional, também conhecido como telecatch, uma espécie luta coreografada que faz sucesso nos EUA.

“Essa é minha vida agora. Será minha prioridade nos próximos anos. Não é nenhum tipo de publicidade”, afirmou Ronda em entrevista à ESPN, confirmado sua saída do UFC. Em entrevistas recentes, o presidente Dana White disse que já não contava mais com a americana em seus eventos. White, inclusive, costuma ridicularizar o WWE dizendo que a empresa tem menos lucros que o UFC por realizar “lutas de mentira”.

A estreia de Ronda no WWE deve acontecer em 8 de abril, contra a campeã Charlottte Flair, filha do ex-lutador Ric Flair.  “Existem outras coisas que posso fazer com meu tempo que me dariam muito mais dinheiro, mas eu não aproveitarei tanto quanto’”, afirmou a atleta de 30 anos, que também é estrela de cinema.

Medalhista de bronze no judô nos Jogos de Pequim-2008, Ronda se tornou uma celebridade mundial com seus feitos no UFC. Ela deteve o cinturão peso-galo feminino da organização, com vitórias arrasadoras a partir de 2013, até ser derrotada de forma impiedosa pela compatriota Holly Holm, em novembro de 2015. Um ano depois, Ronda voltou ao octógono e foi novamente massacrada, desta vez pela brasileira Amanda Nunes.

Publicidade

View this post on Instagram

Gettin’ #Rowdy at #royalrumble

A post shared by rondarousey (@rondarousey) on

Publicidade