Clique e assine a partir de 9,90/mês

Ronaldo vai de trem ao Itaquerão e prevê legado pós-Copa

Por Da Redação - 16 set 2011, 12h28

Mesmo aposentado, o ex-jogador Ronaldo não esconde os seus vínculos com o Corinthians, última equipe em que atuou. Nesta sexta-feira, em evento que marca a contagem regressiva de mil dias para a abertura da Copa do Mundo de 2014, o Fenômeno foi de trem para o terreno onde está sendo construído o Itaquerão, futuro estádio corintiano que deve receber a partida inaugural do Mundial.

Acompanhado do presidente do Corinthians Andrés Sanchez, do governador Geraldo Alckmin e do prefeito Gilberto Kassab, Ronaldo pegou o veículo da CPTM na estação da Luz e destacou o rápido tempo de viagem até Itaquera.

‘Viemos da luz até a estação (de Itaquera) em 19 minutos exatos. Os torcedores vão ganhar um excelente estádio, com acessibilidade. Isso a gente comprovou hoje. São Paulo é mais do que uma grande realidade para a Copa do Mundo’, declarou o Fenômeno.

Segundo Ronaldo, a construção do estádio corintiano será benéfica não apenas ao clube paulista, mas também para toda região no entorno do Itaquerão, que poderá ser ajudada pela obra.

Continua após a publicidade

‘É um dia especial para mim e toda população da zona leste e Itaquera. O estádio do Corinthians trará muitos investimentos, um legado social e econômico, além de muita infraestrutura’, projetou o ex-jogador.

Publicidade