Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Ronaldo joga tênis na Espanha. Depois, pôquer e futebol no Brasil

Por Da Redação 24 abr 2013, 16h36

Ainda de passagem pela Europa, onde sua o paletó para divulgar a Copa das Confederações, de 15 a 30 de junho no Brasil, Ronaldo achou uma brecha nesta quarta-feira para bater uma bola com amigos na quadra central onde acontece o Master 1000 de Madri, torneio que começa dia 3 de maio. Ronaldo foi recebido no complexo esportivo pelo diretor do torneio, Manolo Santana, um dos maiores ídolos do tênis espanhol.

Leia também:

Na Europa, Ronaldo é o rosto da Copa das Confederações

Fifa aprovaria Ronaldo ou Leonardo para o lugar de Marin

A jogada mais ousada de Ronaldo, o dono da bola no país

A nova cartada de Ronaldo: garoto-propaganda do pôquer

Ronaldo bateu bola cerca de uma hora e meia, elogiou Santana – bicampeão de Roland Garros (1961 e 1964), campeão dos US Open (1965) e Wimbledon (1966) – e agora se prepara para pelo menos duas atividades nos próximos dias no Brasil. Na sexta-feira ele estreia num torneio de pôquer, em São Paulo, e no sábado está programado para fazer o primeiro evento pós-reforma no Maracanã, reunindo seus amigos para uma pelada contra os amigos de Bebeto, também membro da organização da Copa 2014.

Continua após a publicidade

Publicidade