Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Ronaldinho se diz feliz, mas não garante seguir no Atlético

Por Da Redação 15 nov 2012, 09h55

“Volto a repetir que meu foco é nesses três jogos que o time ainda tem a disputar. Se pensar em outra coisa, isso pode acabar me atrapalhando”

A temporada ainda não terminou para o Atlético-MG, mas a permanência de Ronaldinho Gaúcho para 2013 é assunto constante em Belo Horizonte. O contrato do meia-atacante com o clube mineiro termina no próximo mês de dezembro, e os questionamentos sobre a renovação são inevitáveis nas entrevistas do jogador. Ele tem procurado fugir das perguntas, argumentando que está totalmente concentrado para terminar bem o Brasileirão. “Estou muito feliz aqui. Só penso nesses três jogos. Quero acabar bem essa temporada, dar o meu melhor e fazer o Atlético-MG chegar na Libertadores diretamente. Não parei para pensar em nada. Se eu parar, pode fugir o foco”, avisou ele na quarta-feira. Um dos clubes interessados em ter Ronaldinho é o Santos de Neymar, que teria ligado para o jogador para tentar levá-lo para sua equipe – os santistas procuram um novo camisa 10 desde a saída de Ganso para o São Paulo.

Leia também:

Leia também: Ronaldinho lamenta título antecipado do Fluminense

O craque atleticano afirma que tem boa relação com atletas de outras equipes, mas nega ter procurado informações pensando numa possível transferência. “Tenho amizade com jogadores de outros clubes, mas nunca perguntei nada sobre esses times”, garantiu. Ronaldinho deixa claro que quer disputar grandes competições como a Libertadores, o que pode pesar na decisão de renovar com o Atlético-MG. O clube mineiro já está garantido no maior torneio das Américas, mas se ficar com o segundo lugar no Brasileiro entra diretamente na fase de grupos de Libertadores. Se ficar em terceiro ou quarto, terá de disputar dois jogos eliminatórios. “Quero disputar a Libertadores, quero jogar em times bons, em clubes de estrutura, como é o Atlético hoje. Mas volto a repetir que meu foco é nesses três jogos que o time ainda tem a disputar. Se pensar em outra coisa, isso pode acabar me atrapalhando”, afirmou.

(Com agência Gazeta Press)

Continua após a publicidade
Publicidade