Clique e assine com até 92% de desconto

Rogério Ceni marca 104.º gol e São Paulo derrota Bahia

Por Da Redação 1 ago 2012, 23h49

Por AE

Salvador – O São Paulo manteve o ritmo conquistado após a goleada sobre o Flamengo por 4 a 1, pelo Campeonato Brasileiro, no último domingo. A equipe do Morumbi voltou a contar com Rogério Ceni, em noite inspirada, e Luis Fabiano, que saiu machucado, contra o Bahia, na estreia da Copa Sul-Americana, nesta quarta-feira, no estádio de Pituaçu, em Salvador. Com gols de Rogério Ceni, seu 104º gol na carreira pela equipe, e Ademilson, o São Paulo venceu por 2 a 0 o Bahia, saindo na frente na primeira partida da fase nacional da Copa Sul-Americana.

Com um ritmo forte, o primeiro ataque da partida foi criado pela equipe paulista, com cabeçada de fora da área de Luis Fabiano, que Marcelo Lomba defendeu com tranquilidade.

Logo aos 6 minutos veio o lance magistral. Em falta sobre Douglas, Rogério Ceni ajeitou com carinho para voltar a marcar depois de sete meses parado. Numa cobrança genial no canto esquerdo de Marcelo Lomba, o goleiro artilheiro anotou seu 104º gol em 1018 jogos pelo São Paulo.

Depois do gol, a equipe da casa partiu para cima com tudo, com ataques ora desordenados, ora bem tramados. Mas abira espaço para o contra-ataque do tricolor paulista. Num deles, aos 14, Ademilson fez tabela com Luis Fabiano e chegou rápido ao gol de Marcelo Lomba, mas pecou na conclusão.

O Bahia tentava, mas não conseguia acertar o último toque. E o São Paulo também aproveitava os espaços no setor defensivo do Bahia. Aos 20, Jadson quase amplia ao entrar na área sozinho. O meia chutou em cima de Lomba.

Aos 27, Rogério Ceni mostrou que também está bem embaixo das traves. O ídolo são-paulino saiu para cortar cobrança de escanteio e afastou para o meio da área. O centroavante Souza dominou a bolae chutou firme, para defesa importante de Rogério Ceni. No lance seguinte, aos 30, Júnior passa para Fahel livre de marcação. O volante bateu de primeira, mas acertou a trave do São Paulo.

O Bahia continuava comandando as ações da partida, encurralando o time paulista. Aos 38, em lance isolado, Luis Fabiano caiu à beira do gramado e pediu atendimento médico. O atacante saiu sentido a coxa esquerda, substituído por Willian José. O atacante, que saiu reclamando de dores na virilha, deve passar por exames. A expectativa inicial é que Luis Fabiano deve ficar 15 dias afastado.

Antes do intervalo, aos 42, o Bahia ainda levou perigo em jogada de Zé Roberto, que cruzou para Souza cabecear para fora.

Na volta para a segunda etapa, um susto. Souza chutou com perigo em cima de Rogério Ceni, que desviou para escanteio. O time baiano continuava a controlar as ações, e o São Paulo continuava a ameaçar nos contra-ataques. Aos 8, Ademilson cruza para Jadson e Danny Morais corta em cima.

O jogo tinha um ritmo intenso, sempre movimentado, com liberdade para criação de jogadas dos dois lados. Aos 11, em recuperação de bola rápida, Cortez chegou forte pelo lado direito. O lateral bateu cruzado para defesa difícil de Lomba.

Caio Júnior tentou mudar o jogo e dar mais ofensividade ao Bahia. O técnico tirou Júnior e Zé Roberto para colocar Lulinha e Ciro. Mas quem marcou foi o São Paulo. Aos 23, em jogada de pura habilidade de Cortez, o lateral chutou firme. A bola bateu na trave e voltou para o meio da área. Ademilson concluiu com tranquilidade para o gol vazio do Bahia.

Continua após a publicidade

Com a vantagem, o São Paulo aumentou a marcação e controlou as jogadas do adversário, impedindo a articulação no meio-campo baiano até o fim da partida. Com a vitória, a equipe paulista pode até perder por um gol de diferença no duelo da volta, no próximo dia 21, às 20h15, no Morumbi, para se classificar às oitavas de final da Copa Sul-Americana.

O São Paulo volta a campo neste domingo, pelo Campeonato Brasileiro, quando enfrenta o Sport, às 16h, no Morumbi. O Bahia encara o Grêmio, também às 16h, no Olímpico.

FICHA TÉCNICA

BAHIA 0 x 2 SÃO PAULO

BAHIA – Marcelo Lomba; Gil Bahia, Titi, Danny Morais e Gerley (Ávine); Fahel, Diones, Hélder e Zé Roberto (Ciro); Júnior (Lulinha) e Souza. Técnico: Caio Júnior.

SÃO PAULO – Rogério Ceni; João Filipe (Paulo Miranda), Rafael Toloi e Rhodolfo; Douglas, Rodrigo Caio (João Schmitt), Maicon, Jadson e Cortez; Ademilson e Luis Fabiano (Willian José). Técnico: Ney Franco.

GOLS – Rogério Ceni, aos 6 minutos do primeiro tempo; Ademilson, aos 23 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Diones (Bahia); Rodrigo Caio, Cortez (São Paulo).

ÁRBITRO – Marcelo de Lima Henrique (Fifa/RJ).

RENDA – R$ 224,205,00.

PÚBLICO – 12.256 pagantes.

LOCAL -Estádio de Pituaçu, em Salvador (BA).

Continua após a publicidade
Publicidade